Com empréstimo de R$ 29 milhões, Tembici chega a Brasília

Empresa investe em expansão e novas ações ambientais e sociais

victor
Victor Bianchin, AB
  • 13/09/2021 - 17:17
  • | Atualizado há 5 dias, 17 horas
  • um minuto de leitura

    A Tembici, braço do Itaú que opera os serviços de bicicletas compartilhadas em várias cidades brasileiras, financiou R$ 29 milhões com o Santander para expandir suas operações.

    Em junho do ano passado, a empresa já havia recebido aporte de R$ 47 milhões, dos quais R$ 16 milhões foram investidos em tecnologia, com expansão da equipe, ações de implantação de GPS na frota, melhorias no app, inserção de e-bikes no sistema e melhorias de processos internos. O valor recebido agora deverá ser investido principalmente na chegada do serviço a Brasília, que contará com 70 estações e 500 bikes. O projeto iFood Pedal, que aluga bikes elétricas sob planos especiais para entregadores do app de comida, também será beneficiado.

    A diferença desse aporte para o que a Tembici recebeu no ano passado é que é um financiamento “verde”, ou seja, a taxa de juros com desconto só é mantida se a empresa conseguir cumprir a performance de indicadores ESG pré-definidos. A palavra vem do inglês (Environmental, social and corporate governance, ou Governança ambiental, social e corporativa) e representa um compromisso da corporação com questões ambientais e sociais.

    “O International Finance Corporation (IFC), braço de investimentos do Banco Mundial e acionista da Tembici, espera que o mercado de green bonds em países emergentes movimente mais de US$100 bilhões nos próximos três anos”, afirmou Leandro Fariello, CFO da Tembici, em comunicado à imprensa. “Emitimos uma dívida para investir na expansão do nosso negócio e a taxa de juros está vinculada à performance de indicadores ESG combinados com o banco garantidor. Entendemos que nosso equity tem muito valor e essa operação confirma nossas expectativas”, completa.

    Entre as iniciativas ESG da Tembici estão o programa Doe 1 Viagem, que convida os usuários do serviço a doar uma viagem para uma pessoa em situação de vulnerabilidade, e o Vai Longe, que apoia projetos que incentivam o uso da bicicleta.

    A Tembici teve crescimento de 300% na margem bruta entre 2019 e 2020, com aumento no Ebitda de 30% no mesmo período.