Volkswagen reduz jornada em 30% sem mexer nos salários líquidos

Soluções adotadas a partir da MP 936 são válidas por 3 meses para as 4 fábricas e 15 mil funcionários

Por MÁRIO CURCIO, AB
  • 22/04/2020 - 12:07
  • | Atualizado há 2 months
  • um minuto de leitura

    Funcionários das quatro fábricas da Volkswagen do Brasil aprovaram proposta de redução 30% da jornada de trabalho. As negociações também mantiveram os salários líquidos, diferentemente do que ocorreu em outras fabricantes.

    O acordo foi feito em assembleias virtuais nos dias 20 e 21, atinge 15 mil trabalhadores e é válido por três meses. A montadora aderiu à Medida Provisória 936, criada pelo governo para atenuar os impactos da pandemia de Covid-19.

    A proposta aprovada pelos funcionários permite desconto de 30% no valor do salário bruto, proporcional à redução da jornada. Uma parte do complemento da renda será paga pelo governo e o restante pela própria Volkswagen.

    A empresa recorda que as medidas também se aplicam ao centro de peças em Vinhedo (SP) e aos escritórios regionais. O acordo feito com os trabalhadores também adiou para dezembro o pagamento de 20% da primeira parcela da Participação nos Lucros e Resultados (PLR).

    “Os efeitos provocados pela pandemia levaram a VW a aplicar novas medidas de flexibilidade previstas em acordo coletivo de trabalho, negociadas com os sindicatos de todas as nossas operações no País. Temos o compromisso de proteger o emprego e evitar demissões, além de garantir a sustentabilidade do negócio", afirma o presidente e CEO da VW para a América Latina, Pablo Di Si.



    Em entrevista a Automotive Business no dia 15 de abril, o executivo citou que o futuro plano de investimento no País foi congelado, mas também mencionou o desejo pela manutenção dos empregos e revelou a intenção de retomar a produção em maio.

    A Volkswagen produz Polo, Saveiro e Virtus em São Bernardo do Campo (SP). Desta unidade também sairá o Nivus. Em Taubaté (SP) são fabricados Gol, Voyage e Up! Também no Estado de São Paulo são produzidos motores na cidade de São Carlos. Em São José dos Pinhais (PR) são fabricados o T-Cross e o Fox.