Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias

Transportes | 09/03/2011 | 20h58

Tegma compra 80% da Direct Express Logística

Negócio envolveu R$ 77,2 milhões.

Agência Estado

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Agência Estado

A empresa de logística Tegma adquiriu 80% da Direct, que atua na logística do setor de e-commerce. O valor pago foi de R$ 77,223 milhões. Por meio de um comunicado enviado nesta quarta-feira, 9, à Comissão de Valores Mobiliários, a Tegma informou que adquiriu 47% do capital social da Direct Express Logística Integrada no último dia 4 de março, com opção de adquirir uma participação societária adicional equivalente a 20% do capital social da Direct.

A Tegma também firmou com acionistas titulares de ações ordinárias representativas de 33% do capital social da Direct um contrato pelo qual adquiriu a parcela que eles detinham da empresa.

Dessa forma, a Tegma passou a deter direta e indiretamente ações ordinárias representativas de 80% do capital social da Direct, podendo, ainda, exercer a opção de compra para adquirir as ações ordinárias remanescentes.

A Direct presta serviços de logística para a cadeia de distribuição no setor de e-commerce, que inclui, sem limitação, armazenagem, gestão de estoque, distribuição e transporte multimodal de bens e produtos.

A negociação foi aprovada pelo Conselho de Administração da Tegma no dia 4 de março e agora será submetida a processo de avaliação das autoridades do sistema brasileiro de defesa da concorrência. Também deverá ainda ser ratificada pelos acionistas da Tegma em assembleia geral.



Tags: Tegma, Direct Express Logística, CVM, logística.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência