Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Automóveis e Comerciais Leves | 13/01/2011 | 08h22

Mulally fala dos planos para a Ford Brasil

Presidente mundial da Ford diz que Brasil é peça-chave.

Cleide Silva, de O Estado de S. Paulo

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Cleide Silva, de O Estado de S. Paulo

Pela primeira vez, um carro feito no Brasil, inicialmente para o mercado local, será produzido em outros quatro países e vendido em diversos mercados mundiais. A nova versão do Ford EcoSport, que está sendo totalmente desenvolvida no País, será fabricada também na Ásia e na Europa. O presidente mundial da Ford, Alan Mulally, no entanto, ainda faz segredo sobre os outros quatro países. "Vamos anunciar no momento oportuno", disse.

Até agora, a maioria dos automóveis fabricados no Brasil é de projetos desenvolvidos pelas matrizes ou pelas próprias subsidiárias, mas, nesse caso, apenas para atender ao mercado regional - como foi o caso do próprio EcoSport. O EcoSport renovado e global será lançado em 2012 no Brasil. Além dos cinco países que abrigarão linhas de montagem, o modelo será vendido em mais de 30 mercados. Estima-se vendas anuais superiores a 500 mil unidades.

A primeira versão do EcoSport foi lançado em 2002 e teve participação importante na recuperação da Ford brasileira, que no início dos anos 90 quase fechou as portas no País. O modelo atual é produzido na fábrica da Bahia, uma das mais modernas do grupo, onde está também o centro de desenvolvimento, que trabalha numa versão totalmente renovada do carro. A unidade terá sua capacidade produtiva ampliada dentro do programa de investimentos do grupo, de R$ 4,5 bilhões para os próximos cinco anos. Nas mãos do governo federal, porém, já há outro projeto de investimentos para Camaçari a partir de 2015.

Em entrevista ao Estado, durante o Salão do Automóvel de Detroit, Mulally disse que esse novo desafio mostra que "o Brasil é peça-chave para a estratégia global da Ford".

O que significa para a Ford o desenvolvimento de um carro mundial no Brasil?
Significa que o Brasil é absolutamente uma peça-chave para a estratégia global da Ford, para o plano que chamamos "One Ford" (Uma Ford). Significa que estamos usando toda nossa capacidade ao redor do mundo. O Brasil é um mercado fantástico. Nós amamos os consumidores brasileiros. Vamos usar todo o talento que há no País para desenhar e produzir carros, e o EcoSport é o primeiro deles.

Por que só agora o Brasil foi escolhido para criar um produto mundial?
Porque esse é o momento. Os brasileiros são precisos, capazes e bem-humorados.

Quais países, além do Brasil, vão produzir o novo EcoSport?
São cinco países, no total. No momento oportuno, anunciaremos quais.

Quais as suas expectativas para o mercado brasileiro, depois das vendas recordes em 2010?
Acredito que o mercado vai continuar crescendo, por conta do tremendo foco no desenvolvimento econômico do País. O Brasil está muito focado em fazer crescer sua economia, e esse é o ponto mais importante.

Qual é hoje a importância da Ford brasileira para o grupo?
É muito importante, é um dos nossos maiores mercados. Os consumidores brasileiros dão muita importância ao design, à qualidade, à eficiência dos combustíveis e a ferramentas inteligentes. É uma tremenda oportunidade atender os consumidores brasileiros.

A fábrica da Bahia foi novamente beneficiada por novos subsídios do governo federal dentro do acordo automotivo para a região Nordeste. Qual é o novo plano para essa unidade?
Teremos um novo plano de investimentos a partir de 2015, mas não posso adiantar nada.

O forte crescimento de concorrentes asiáticos, principalmente chineses e coreanos, no Brasil e nos EUA, preocupa o senhor?
Prestamos muita atenção nos concorrentes, não vou negar. Mas vamos manter nosso plano, utilizando nossa escala com produtos globais. Podemos ter mais comunicação de plataformas para reduzir custos e oferecer a melhor acessibilidade para concorrer com nossos competidores.

Depois de recuperar a segunda posição em vendas nos Estados Unidos no ano passado, desbancando a japonesa Toyota, qual será a boa notícia da Ford para este ano?
Uma grande notícia é a eletrificação da Ford. Teremos produtos eficientes em todos os segmentos, uma linha completa para o consumidor escolher. Se você quiser um carro híbrido, a Ford tem. Se quiser um elétrico, a Ford tem. Se preferir um plug in, a Ford tem. O poder de decisão agora é do cliente.



Tags: Ford, Alan Mulally, EcoSport, eletrificação.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência