Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Entidades | 04/01/2011 | 17h59

O que o setor de máquinas espera do novo governo?

Abimaq aponta a desoneração dos investimentos como uma das prioridades.

Automotive Business

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Redação AB

A associação dos fabricantes de máquinas e equipamentos, Abimaq, anunciou as expectativas do setor para o novo governo. Entre as prioridades indicadas pela entidade para garantir competitividade e afastar a desindustrialização estão a desoneração total dos investimentos, redução da taxa de juros e desvalorização do real frente ao dólar.

“Nunca um presidente do Brasil teve apoio tão significativo do Congresso Nacional como o que Dilma tem agora. Ou mudamos esse país em seis meses ou continuaremos a ser o país das oportunidades perdidas”, determina Luiz Aubert Neto, presidente da associação.

Entre as contradições apontadas pela entidade está a carga tributária de 35% sobre investimentos, enquanto o capital especulativo tem a maior taxa de juros do mundo.

Medidas

A Abimaq afirma que o novo governo precisa de ações urgentes para evitar o crescimento das importações. Entre os setores mais ameaçados pela concorrência internacional, principalmente asiática, estão o têxtil, de calçados, autopeças e o de bens de capital.

Segundo a entidade, os mercado de máquinas tem registrado as maiores expansões nos volumes de importações. A participação dos equipamentos importados era de 15,7% no mercado interno em 2009. Em 2011 esta presença deverá alcançar para 20%.



Tags: Abimaq, máquinas e equipamentos, Dilma, governo.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência