Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias

Carreira | 16/12/2010 | 15h28

Delic deixa Faurecia; Pfenning assume

Empresa fatura US$ 750 milhões na região.

Paulo Ricardo Braga, Automotive Business

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Paulo Ricardo Braga, AB

Muda o comando da Faurecia na região. Jorge Delic, presidente para a América do Sul e diretor geral no Brasil, deixa a empresa para fazer o que chama de um ‘voo solo’. A partir de janeiro o alemão Daniel Pfenning, um especialista na área de projetos e vendas, assume a posição, depois de se dedicar à área de marketing e planejamento estratégico na matriz.

Delic acompanha a operação francesa no Brasil desde o início, há treze anos, quando era gerente comercial e o faturamento andava na casa dos US$ 30 milhões por ano, oriundos dos fornecimentos no Paraná para a Renault (Scenic e Clio) e Volkswagen Audi (Golf e A3). Hoje a receita da empresa na região soma cerca de US$ 750 milhões, mobilizando cerca de 2.200 profissionais na área de interiores e outros mil na divisão de escapamentos.

A Faurecia conquistou participação expressiva no suprimento de sistemas e componentes para carros, especialmente no campo de painéis de instrumentos, atendendo marcas tradicionais como Volkswagen, Ford, GM, Renault e Peugeot.

Delic não revela, ainda, detalhes de sua nova atividade, mas já se sabe que ele trabalha na implantação de operações asiáticas no Brasil, envolvendo parcerias locais e consolidação de empresas. Apesar de se desligar da Faurecia, continuará dando suporte à empresa quando necessário.



Tags: Faurecia, Renault, Ford, GM, Peugeot.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência