Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado e Negócios | 13/12/2010 | 16h08

Inadimplência cresce em novembro

Segundo Serasa, nível foi o maior para o mês desde 2005.

Alex Rodrigues, Agência Brasil

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Alex Rodrigues, Agência Brasil

O percentual de consumidores que, em novembro, deixaram de pagar suas dívidas dentro dos prazos previstos foi 3,5% maior que no mês anterior e 23,2% superior a novembro de 2009. Esta foi a sétima alta consecutiva do ano e foi também a maior elevação comparativa registrada em um mês de novembro desde 2005.

Segundo os economistas da Serasa Experian responsáveis pelo indicador divulgado nesta segunda-feira, 13, o crescimento da inadimplência entre as pessoas físicas é resultado do maior endividamento e comprometimento da renda do consumidor e do acúmulo de dívidas com as compras nas datas comemorativas do varejo, sobretudo no Dia da Criança (12 de outubro).

Para os economistas, a inadimplência do consumidor se agravou e mudou de patamar, já que, desde junho de 2010, o indicador vinha apresentando crescimentos mensais inferiores a 1,9%. A expectativa dos economistas é que, neste final de ano, os consumidores continuem contraindo novas dívidas. Com isso, a taxa de inadimplência, que, desde janeiro, já acumula uma alta de 5%, no final do ano deve se aproximar dos mesmos 5,9% de elevação verificados no ano passado.

A inadimplência com empresas não bancárias (cartões de crédito, financeiras, lojas em geral e prestadoras de serviços como fornecimento de energia elétrica e água) cresceu 7,7%, contribuindo com uma variação positiva de 2,8%. As dívidas com cheques sem fundos e com os títulos protestados também tiveram alta e contribuíram com 1,7% e 0,1%, respectivamente, no crescimento do índice. As dívidas com os bancos caíram 2,3%, contribuindo com um decréscimo de 1,1%.



Tags: inadimplencia, Serasa, mercado.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência