Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias

Autopeças | 23/11/2010 | 22h03

O novo passo da Visteon pós-concordata

Empresa investe agora em duas unidades.

Automotive Business

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Redação AB

A Visteon começa a respirar novos ares depois de sair do processo de concordata em 1º de outubro. Na ocasião a empresa emitiu nota assegurando que a estrutura do capital havia melhorado e tinha expectativa de um crescimento lucrativo e sustentável.

O otimismo se confirma com o anúncio do investimento de US$ 10 milhões para alavancar a operação local, com a modernização da fábrica de Guarulhos, conhecida como Arbor, onde são produzidos painéis de instrumentos, consoles e outros componentes de interiores. Há um esforço, também, para expansão das instalações em Manaus, dedicadas a painéis de instrumentos e sistemas de som.

Alfeu Doria, diretor da Visteon no Brasil, assegura que a empresa continuará fazendo aplicações para expandir em 50% seus negócios no País em três anos.

"É um novo começo para a Visteon", declarou Donald Stebbins, que continuou como chairman, CEO e presidente, após o final da concordata. "A nova Visteon está focada em quatro sólidas linhas de produto – climatização, eletrônica, interiores e iluminação", declarou.

A Visteon América do Sul, com dois mil funcionários no Brasil e na Argentina, respondeu por 6% da receita global da companhia em 2009 – um número que Doria pretende aumentar por meio de capacidade de produção extra e de novos negócios.



Tags: Visteon, Arbor, eletrônicos, painéis de instrumento, interiores de veículos.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência