Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias

Eventos | 04/11/2010 | 12h51

TranspoQuip debaterá gargalos na infraestrutura

Só para os portos são necessários US$ 30 bilhões.

Automotive Business

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Automotive Business

Com crescimento previsto de 7% em 2010 e perspectivas de manter índices semelhantes nos próximos anos, o Brasil vive uma realidade preocupante na área de transportes: sem investimentos em infraestrutura nesse setor o país pode parar. Rodovias, aeroportos, ferrovias, portos e hidrovias precisam ser integrados, pois são fundamentais para a construção de uma completa rede de logística para conectar os polos de produção localizados em todo o território brasileiro.

Esses temas serão o centro dos debates na abertura da TranspoQuip Latin America 2010, principal encontro na América Latina das indústrias de equipamentos e serviços para rodovias, ferrovias, estações, portos, vias fluviais e aeroportos, que será realizada entre os dias 10 e 12 de novembro no Expo Center Norte, em São Paulo. O evento será aberto às 9h30 do dia 10, com a presença já confirmada de representantes de ministérios e agências.

Para pôr fim aos gargalos que podem impedir a expansão da economia brasileira são necessários grandes investimentos. Dos R$ 1,59 trilhão previstos na segunda fase do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), no período de 2011 a 2014 (e após esse período), R$ 109 bilhões serão destinados à área de Transportes. Desse montante, mais da metade serão destinados a expansão de novas rodovias e a manutenção de 55 mil quilômetros das já existentes. Tais números deverão estar na pauta de conversa do ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, que falará sobre Prioridades da infraestrutura para o novo governo, durante a abertura da TranspoQuip 2010.

O país tem pressa para desobstruir os gargalos do transporte. Os 16 aeroportos das 12 cidades-sede da Copa do Mundo, responsáveis por 83% do tráfego aéreo do país, receberão R$ 5,34 bilhões até 2014, segundo a Infraero. Já a Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) anuncia que estão previstos no PAC 2, R$ 5,1 bilhão para modernização de 21 portos, mas especialistas apontam a necessidade de investimentos de US$ 30 bilhões nos próximos cinco anos. Outros R$ 46 bilhões serão investidos na malha ferroviária com o intuito de expandir os trilhos dos atuais 28 mil quilômetros para 35 mil quilômetros até 2015 e 40 mil, em 2020.

Além do ministro dos Transportes, já confirmaram presença na abertura da TranspoQuip 2010 o ministro chefe da Secretaria Especial de Portos da Presidência da República, Pedro Brito do Nascimento, que proferirá a palestra A importância dos portos para o crescimento do país nos próximos anos, e o secretário nacional de Transporte e da Mobilidade Urbana do Ministério das Cidades, Luiz Carlos Bueno de Lima, que falará sobre o tema Desafios e oportunidades em relação à infraestrutura das cidades para os grandes eventos esportivos no país nos próximos anos.

O debate de abertura da TranspoQuip 2010 deverá contar ainda com a presença do secretário de Política Nacional de Transportes do Ministério dos Transportes, Marcelo Perrupato e Silva, do diretor de Infraestrutura Aeroportuária da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), Rubens Vieira e do diretor geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Bernardo Figueiredo.

Entre os debatedores, estão confirmados o diretor da Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR), Moacyr Servilha Duarte; o presidente da Associação Nacional de Transportes Públicos (ANTP), Ailton Brasiliense Pires e o diretor do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), Alfredo Peres da Silva. O moderador dos debates será o conselheiro do Comitê de Infraestrutura da Confederação Nacional da Indústria (Coinfra/CNI) e presidente da Associação Nacional das Empresas de Obras Rodoviárias (ANEOR), José Alberto Pereira Ribeiro.



Tags: TranspoQuip, porto, aeroporto, rodovia, ferrovia, infraestrutura, PAC 2, Antaq, Anac, Infraero, ANTT, Coinfra/CNI, Aneor.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência