Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Caminhões e Ônibus | 23/09/2010 | 14h17

Primeiro caminhão MAN no Brasil será um TGX

Veículo chega em 2011 com motor D26, de 480 cavalos.

Paulo Ricardo Braga, Automotive Business

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Paulo Ricardo Braga, de Hannover

O primeiro caminhão MAN produzido na fábrica de Resende, RJ, será um TGX. O veículo estará no mercado no primeiro semestre de 2011 equipado com o motor D26, de 12,4 litros, 6 cilindros em linha e 480 cavalos, que será Euro 4 na primeira etapa. O sistema de tratamento será EGR, com turbos e recirculação de gases. A cabina projetada é idêntica à utilizada na Europa.

O lançamento representa uma resposta ao Actros, caminhão top de linha da Mercedes-Benz, que será montado em Juiz de Fora, MG, e terá financiamento do Banco Mercedes-Benz, com taxa anual ao redor de 8%, superior ao que oferece o Finame (4,5%). Em função dos baixos volumes – compatíveis com o segmento de pesados – tanto o Actros (que tem motor V6, 12 litros e 476 cavalos) como o TGX terão índice de nacionalização muito baixo.

Roberto Cortes, presidente da MAN Latin America, que fez o anúncio da chegada do TGX durante o IAA nesta quinta-feira, 23, não antecipou maiores detalhes sobre o caminhão. “É um dos lançamentos mais esperados dos últimos anos”, assegurou. “Os produtos da MAN e Volkswagen Caminhões serão complementares. Não vão concorrer entre eles, o que nos permite criar o sistema de dupla marca na distribuição, com os caminhões convivendo no show room das revendas”, afirmou.

“A maioria dos nossos motores será MAN”, revelou Cortes, dizendo que a MWM International Motores foi a empresa de manufatura escolhida para integrar o sistema modular da MAN. Sabe-se que a companhia trará, além do D26, o D08, de quatro e seis cilindros, que deve chegar até 340 cavalos.

“Avisem à concorrência que nossa linha de produção já está funcionando a todo vapor e que ninguém tenha dúvida de que os caminhões estão chegando”, disse Cortes aos jornalistas.

O executivo enfatizou que a empresa está operando em três turnos para atender a demanda aquecida. No segmento acima de 5 toneladas a MAN obteve 33,5% de participação nas vendas de agosto. Segundo a empresa, desde 2003 a marca VW CO não fica abaixo dos 30%.

Foto: TGX na linha de montagem da MAN em Resende, RJ.



Tags: MAN, Mercedes-Benz, TGX, Actros, IAA.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência