Automotive Business
  
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Autopeças | 12/09/2010 | 08h12

Metalúrgicos do ABC dão aviso de greve

Reajuste de 7% proposto pelas montadoras foi rejeitado.

Automotive Business

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Redação AB

Em assembleia realizada em São Bernardo do Campo, SP, no sábado, 11, metalúrgicos do ABC rejeitaram os 7% de reajuste salarial propostos pelos fabricantes de veículos e decidiram entregar aviso de greve ao Sinfavea, entidade patronal. As empresas do Grupo 10 (serralheria, lâmpadas e prensas) também não apresentaram proposta e já receberam o aviso de greve.

Até quarta-feira, quando o aviso de greve começa a valer, os trabalhadores devem fazer atos de protesto e paradas da produção nas fábricas sob a orientação das comissões de fábrica e comitês sindicais. Após esse prazo, a categoria decidirá se entra ou não em greve.

“A luta será longa, pois o acordo está bem distante”, afirmou o presidente do sindicato, Sérgio Nobre. “A decisão da assembleia é buscar os 9% dos outros grupos e também um percentual de abono a ser incorporado ao salário”, avisou. Ele lembrou que é necessário esperar dois dias para decidir a paralisação para que as empresas não recorram à Justiça.

Nobre comentou que o País vive um momento extraordinário e que as montadoras batem recordes de produção e têm condições de atender as reivindicações da categoria. “Não pode só um lado ganhar, queremos crescer com as montadoras”, prosseguiu o presidente do Sindicato. “Se as empresas nacionais são capazes de suportar os 9%, as montadoras, que são multinacionais, também têm essa condição”, destacou o dirigente.

“Um dos argumentos das montadoras para não chegar aos 9% é que temos os melhores salários do País”, revelou Sérgio Nobre. “Mas se elas montadoras querem ser líder de vendas, querem ser as melhores, os metalúrgicos do ABC também querem os melhores acordos, os melhores salários e as melhores condições de trabalho”, ponderou.

Acordo

Em assembleia no sábado, 4, metalúrgicos aprovaram reajuste salarial de 9% negociado com as bancadas patronais dos grupos de trefilação, laminação, refrigeração e fundição.

"Conquistamos de aumento real o mesmo percentual da inflação. É o melhor índice de aumento real dos últimos dez anos. Além disso, o acordo prevê a licença maternidade de 180 dias", comemorou Nobre na ocasião.



Tags: Metalúrgicos, acordo salarial, Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, fabricantes de veículos, Sinfavea.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência