Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

| 18/08/2010 | 00h00

Denise Johnson, a engenharia no topo da GM

Especialista em produto, ela é a nova presidente no Brasil.

Automotive Business

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social

Paulo Braga, AB

Denise Johnson, nova presidente da General Motors do Brasil, gosta do Malibu, mas elege o Agile como seu carro preferido entre os nacionais. Casada, com 43 anos, mãe de três filhas com 19 a 24 anos, ela chegou ao Brasil há 21 dias em companhia do marido, também engenheiro e especialista em manufatura. Na quarta-feira, 18, foi apresentada de modo bastante informal a dezenas de jornalistas no hotel Renaissance, em São Paulo.

Ao lado de Jaime Ardila, que assume o comando das operações da GM na América do Sul, ela não se arriscou a fazer projeções ou traçar planos diferentes dos já revelados pela fabricante. No pouco tempo em que esteve no País ela teve oportunidade de conhecer as fábricas de São Caetano do Sul e de Gravataí, no Rio Grande do Sul, visitou concessionários e fornecedores.

Por que a corporação escolheu uma mulher e engenheira para comandar a operação brasileira, conduzida até agora por homens de finanças? Ela mesma responde: “Acredito que minha experiência em operações e produto pesou mais do que o fato de ser mulher, o que poderia ser interpretado como uma questão de marketing diante do crescimento do público feminino como cliente da linha Chevrolet. Haverá desafios importantes daqui em diante para o desenvolvimento de novos veículos e expansão da manufatura, tarefas com as quais tenho familiaridade” – afirmou.

Engenheira mecânica com mestrado em administração pelo MIT – Massachusetts Institute of Technology, ela é especialista em produto e manufatura, mas atuou recentemente na área de relações trabalhistas – uma habilidade que deverá ajudá-la a negociar com os funcionários da unidade de São José dos Campos, que vivem em permanente atrito com a empresa. “Vamos buscar soluções que sejam competitivas para os dois lados” – explicou.

Denise traz ao comando local da GM o expertise de engenheira, acostumada ao ambiente de produção. Ela ingressou na corporação em 1989, como engenheira de produto. Passou por várias posições na área de engenharia, manufatura e planejamento antes de ser apontada como gerente de área na fábrica de carros em Lansing. Entre 2003 e 2005 foi diretora de planejamento de negócios junto ao board de planejamento estratégico da América do Norte.

A engenheira da GM nasceu em Lansing, Michigan, em 22 de setembro de 1966. Em 2002 recebeu o Automotive Hall of Fame como liderança jovem. Em 2010 foi apontada pela revista Automotive News como um das cem mulheres líderes na indústria automobilística norte-americana.

A convite da SAE Brasil a executiva fará palestra no simpósio Tendências e Inovação na Indústria Automobilística, dia 30 de agosto, no hotel Sheraton WTC, em São Paulo. Ela deve avaliar os cenários globais que afetam o setor e as novas estratégias da montadora na região, com investimentos expressivos e a renovação da linha de produtos. Foto: Denise Johnson, presidente da GM do Brasil, entre Marcos Munhoz, diretor de comunicação, e Jaime Ardila, presidente da operação na América do Sul.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência