Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

| 06/08/2010 | 00h00

Anfavea comenta chegada da Chery

‘Concorrência traz progresso’, avalia Belini.

Automotive Business

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Giovanna Riato, AB

Automotive Business perguntou a Cledorvino Belini, presidente da Anfavea – associação que reúne as fabricantes de veículos, como interpreta a chegada da Chery, primeira montadora chinesa a se instalar em território nacional. O dirigente foi bastante diplomático ao responder que o mais importante é ter mercado. Com isso garantido, os fabricantes ‘darão um jeito de se organizar’.

Belini acrescentou ainda que a concorrência traz progresso para qualquer segmento. “É muito positivo ter uma nova montadora que chega ao País para concorrer nas mesmas condições de política industrial dos fabricantes locais”, avalia.

Chery

Fontes ligadas à Chery confirmaram nesta quinta-feira, 5, que a montadora deve instalar uma fábrica em Jacareí, São Paulo, com um aporte de US$ 700 milhões. Há alguns meses especialistas da companhia estão no País para estudar o mercado local.

Luis Curi, presidente da companhia no Brasil, revelou em palestra no Fórum da Indústria Automobilística, em abril deste ano, que a planta local deve começar combinando a importação de componentes com compras de peças nacionais. “No primeiro estágio nós não devemos ter estamparia”, adiantou.

A montadora já conversou com o Sindipeças, sindicato dos fabricantes de autopeças, para buscar soluções para a área de suprimentos.



Leia mais:
Chery lança Face e quer vender 10 mil unidades em 2010 [+]
Curi desconversa sobre fábrica em Jacareí [+]
Chery quer aproximação com fornecedores locais [+]

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência