Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

| 03/08/2010 | 00h00

MWM contrata 170 para a planta de Canoas

Empresa projeta crescimento do mercado diesel.

Auto0motive Business

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Paulo Braga, AB

No primeiro semestre deste ano a planta da região registrou aumento de 57% na produção de motores em comparação ao mesmo período de 2009

A MWM International, especialista em tecnologia diesel no Mercosul, contratou 170 colaboradores para a planta de Canoas, no Rio Grande do Sul, tendo em vista a expressiva recuperação do mercado automotivo e as perspectivas para 2010. No primeiro semestre deste ano a empresa produziu 73 mil motores, dos quais 25 mil foram produzidos na planta gaúcha. No comparativo deste ano com 2009 foram produzidos nove mil motores a mais na unidade industrial de Canoas.

Rubens Marquezini, diretor de manufatura, explica que os volumes já ultrapassaram o patamar de 2008, ano considerado recorde na indústria automotiva. “Essa recuperação indica que as ações do governo e das montadoras foram positivas. Acreditamos que o crescimento deve continuar nos próximos meses com o destaque para o setor de picapes médias”.

Este ano a empresa já investiu US$ 3 milhões na unidade do Rio Grande do Sul. Parte desses investimentos foi destinada a modernização da linha de produção dos motores MS, que equipam máquinas agrícolas e industriais. A planta de Canoas produz os motores veiculares NGD 9.3E e 3.0E e os MaxxForce 7 e 9, além de propulsores agrícolas e industriais.

Na fábrica também são montados os cabeçotes dos motores seis cilindros, exportados para os Estados Unidos. A unidade conta com cerca de mil colaboradores.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência