Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias

| 10/10/2008 | 00h00

Venda de importados caiu 10% em setembro

Marcel Visconde, vice-presidente da Abeiva – Associação Brasileira das Empresas Importadoras de Veículos Automotores, anunciou que as empresas filiadas à entidade (BMW, Chana, Chrysler, CN Auto, Dodge, Effa Motors, Ferrari, Jeep, Kia Motors, Maserati, Pagani, Porsche, Ssangyong e Suzuki) fecharam o mês de setembro com vendas de 3.549 unidades, no atacado, 10,58% inferior mês anterior, quando foram comercializados 3.969 veículos.

Automotive Business

Marcel Visconde, vice-presidente da Abeiva – Associação Brasileira das Empresas Importadoras de Veículos Automotores, anunciou que as empresas filiadas à entidade (BMW, Chana, Chrysler, CN Auto, Dodge, Effa Motors, Ferrari, Jeep, Kia Motors, Maserati, Pagani, Porsche, Ssangyong e Suzuki) fecharam o mês de setembro com vendas de 3.549 unidades, no atacado, 10,58% inferior mês anterior, quando foram comercializados 3.969 veículos. Em relação a setembro do ano passado, no entanto, o porcentual de crescimento permanece vigoroso: 185,2% mais em relação às 1.244 unidades de 2007. No acumulado, as associadas à Abeiva fecharam os primeiros nove meses do ano com a venda de 24.980, 230,9% mais em relação aos 7.549 veículos em igual período do ano passado. A três meses do fechamento de 2008, as afiliadas à entidade mantêm a projeção de 32 mil unidades, mesmo diante da instabilidade cambial das últimas semanas. "Faltam apenas 7 mil unidades para se alcançar a previsão de 32 mil unidades em 2008. Nos próximos três meses, ainda que o dólar e o euro sofram expressiva alteração, nossas associadas estão estimando comercializar no mínimo mais 10 mil unidades. A CN Auto e a Suzuki, que já começaram a vender, vão colaborar muito nessa contagem”, afirma Visconde. Por outro lado, o desempenho de vendas no varejo, em setembro, conseguiu manter taxa de crescimento. Foram 3.726 unidades contra 3.572 veículos em agosto, alta de 4,31%. Visconde diz que o cenário econômico-financeiro internacional preocupa bastante os importadores oficiais de automóveis, já que a valorização das duas principais moedas estrangeiras aconteceu muito rapidamente.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência