Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

| 04/12/2008 | 00h00

Para 2009, menos filé e mais picanha

“Esta é apenas mais uma situação difícil. E certamente não será a última” – disse Astor Schmitt, diretor corporativo e de relações com investidores da Randon.

Automotive Business

“Esta é apenas mais uma situação difícil. E certamente não será a última” – disse Astor Schmitt, diretor corporativo e de relações com investidores da Randon. Participando do seminário AutoData em Caxias do Sul, sobre a integração do Mercosul automotivo e perspectivas dos transportes, ele definiu que o momento é de volatilidade, incerteza, stress, com todo mundo esperando para ver o que acontece. “Não é sensato para fabricantes e operadores fazer previsões de longo prazo agora. É preciso esperar a situação ficar mais clara e aparecerem sinais mais confiáveis” – advertiu. Ele assegura que num horizonte de médio prazo o grupo Randon não tem plano de negócios fechado. Diz, no entanto, que há um sentimento e percepção geral de que 2009 não será um ano de todo ruim. Com bom humor, afirmou que ‘talvez em 2009 tenhamos que comer um pouco menos de filé e um pouco mais de picanha’. Para Hugo Zatera, que também participou do painel de debates de encerramento, toda bonança acaba trazendo conseqüências: “Tivemos um ano com algum tumulto na cadeia de suprimentos. A velocidade de crescimento não era sustentável” .

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência