Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

| 05/11/2008 | 00h00

Diretor da Petrobras detalha fornecimento de diesel

O diretor de abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, detalhou ontem, 5, no Rio de Janeiro, o fornecimento de diesel com menor teor de enxofre para as frotas cativas de ônibus urbanos das cidades de São Paulo e Rio de Janeiro, a partir de janeiro de 2009.

Automotive Business

O diretor de abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, detalhou ontem, 5, no Rio de Janeiro, o fornecimento de diesel com menor teor de enxofre para as frotas cativas de ônibus urbanos das cidades de São Paulo e Rio de Janeiro, a partir de janeiro de 2009. Este é um dos pontos do acordo firmado com o Ministério Público Federal em São Paulo, no último dia 30, para estabelecimento de medidas para fornecimento de diesel S-50, que tem 50 ppm (partes por milhão de enxofre). O diesel S-50 tem um teor de enxofre menor do que o S-500 (com 500 partes por milhão), adotado atualmente nas regiões metropolitanas. De acordo com o cronograma acertado, o diesel estará disponível para toda a frota de veículos metropolitanos em Fortaleza, Recife e Belém a partir de maio de 2009. A partir de agosto, o diesel S-50 estará disponível para as frotas cativas de ônibus urbanos de Curitiba. Em janeiro de 2010, o combustível será disponibilizado para as frotas cativas de ônibus urbanos de Porto Alegre, Belo Horizonte e Salvador e da região metropolitana de São Paulo. Em janeiro de 2011, o combustível será fornecido também às frotas cativas de ônibus urbanos das outras três regiões metropolitanas do Estado de São Paulo - Baixada Santista, Campinas e São José dos Campos e da Região Metropolitana do Estado do Rio de Janeiro. A Petrobras comprometeu-se ainda a promover as atividades do Programa Nacional da Racionalização do Uso dos Derivados de Petróleo e do Gás Natural (Conpet) para São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Porto Alegre, Belo Horizonte, Salvador e Vitória. O principal objetivo do Conpet é incentivar o uso eficiente de fontes de energia não renováveis no transporte, nas residências, no comércio, na indústria e na agropecuária. O programa estabelece convênios de cooperação técnica e parcerias com órgãos governamentais, não-governamentais, representantes de entidades ligadas ao tema e também organiza e promove projetos.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência