Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

| 07/11/2008 | 00h00

Jackson Schneider: setor precisa de crédito

À espera dos recursos do Banco do Brasil Veículos de entrada foram os que mais sofreram com a limitação de crédito no varejo, segundo interpretação da Anfavea: os equipados com motor de mil cm3 responderam por 47,2% dos emplacamentos. Até setembro, eles eram 51,1%.

Automotive Business

À espera dos recursos do Banco do Brasil Veículos de entrada foram os que mais sofreram com a limitação de crédito no varejo, segundo interpretação da Anfavea: os equipados com motor de mil cm3 responderam por 47,2% dos emplacamentos. Até setembro, eles eram 51,1%. Para a entidade será indispensável normalizar o fluxo nos financiamentos para evitar mais queda nas vendas. “O cliente foi às revendas e não encontrou crédito” – disse ontem, 6, Jackson Schneider, presidente da Anfavea. Ele explicou que o dinheiro a ser liberado pelo Banco do Brasil alimentará as financeiras ligadas às montadoras, que precisam buscar recursos escassos no mercado interbancário. Sérgio Reze, presidente da Fenabrave, reclamava no dia anterior que os recursos anunciados pelo governo federal não tinham chegado. “É preciso agir rápido para o quadro não se agravar” – afirmou, demonstrando preocupação com o comportamento das vendas no varejo em novembro. Luiz Montenegro, presidente da Anef, entidade que reúne as financeiras ligadas a montadoras, disse à Gazeta Mercantil que os R$ 4 bilhões do Banco do Brasil para as empresas associadas devem animar o varejo. Ele adverte, porém, para o grande mercado de carros usados em revendedores independentes, alimentados por bancos privados e outras instituições.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

Resumo Automotive Business

| 01/04/2009 - 0h0

Resumo Automotive Business

A Volkswagen ensaia uma retomada da liderança no ranking de vendas de veículos no Brasil, ocupada pela Fiat Automóveis. Por enquanto a marca limita-se ao primeiro lugar entre os automóveis, mas perde para a Fiat entre os comerciais leves. Há quem assegure que até o final do ano a marca alemã assumirá o segundo lugar no ranking global, atrás apenas da Toyota.
Automotive Business

ABTV

AB Inteligência