Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias
Kia Picanto Morning tem pior desempenho em teste do Latin NCAP
Kia Picanto Morning durante teste de colisão: modelo oferece apenas um airbag frontal

Segurança | 29/10/2020 | 13h46

Kia Picanto Morning tem pior desempenho em teste do Latin NCAP

Vendido no Chile, modelo é o primeiro da região latino-americana a ser submetido aos novos protocolos de avaliação

SUELI REIS, AB

O primeiro resultado de segurança feito Latin NCAP a partir dos novos protocolos de avaliação é decepcionante: o modelo testado, um Kia Picanto Morning, versão fabricada na Coreia do Sul e vendida no Chile, recebeu a pior classificação possível devido ao seu desempenho pífio durante as verificações, que lhe conferiram zero estrela, numa escala que vai até cinco. O resultado divulgado na quinta-feira, 29, é o primeiro de 2020, cujos trabalhos foram atrasados por conta dos efeitos da pandemia (leia aqui).


O veículo avaliado, que não é vendido no mercado brasileiro e não atende à legislação de segurança adotada no País, traz como item de série em sua versão mais básica apenas um airbag (para o motorista) e não conta com freios ABS (sistema antibloqueio de freios), ESC (sistema de controle de estabilidade) e airbags laterais, que não estão disponíveis nem como itens opcionais; e no Brasil são obrigatórios por lei. Segundo o Latin NCAP, mesmo que o veículo tivesse dois airbags frontais, isso não garantiria uma melhora na classificação do modelo.

O Kia Picanto Morning foi avaliado nos testes de impacto frontal, impacto lateral, chicote cervical (whiplash) e proteção para pedestres. O teste de poste lateral não foi realizado uma vez que modelo não tem airbags de proteção lateral de cabeça como equipamento de série.

Com base nos novos termos da avaliação, o carro obteve baixa pontuação nos quesitos verificados: 0% de proteção para ocupante adulto, 29% de proteção para crianças, 51% de proteção de pedestres e 7% em assistência de segurança, sendo que neste último o carro pontuou por possuir alarme de cinto de segurança. Com esta composição, o resultado foi zero estrela.

Segundo Latin NCAP, a versão do Kia Picanto Morning é vendida em outros países, como a Europa, onde possui ancoragem Isofix – no modelo oferecido no mercado chileno, o veículo não possui o item para fixar cadeiras infantis, como também não há cinto de segurança de três pontos em nenhuma das posições do banco traseiro. No teste de impacto traseiro whiplash (chicote cervical) o Kia Picanto Morning apresentou proteção deficiente, com desempenho pior do que a mesma versão vendida no mercado europeu.

Em nota, o Latin NCAP define que o Picanto vendido no Chile não está em conformidade com os regulamentos da ONU sobre proteção de pedestres.

“É decepcionante que um fabricante global de veículos como a Kia ofereça o Picanto com seis airbags, proteção para pedestres e ESC nos mercados europeus, sendo que na América Latina o veículo proporciona níveis tão baixos de segurança, e nem sequer tenha os mesmos itens de segurança oferecidos na Europa oferecidos como opcionais. O Latin NCAP solicita e incentiva a Kia a agir e fazer melhorias substanciais no Picanto, bem como em toda a sua frota na região da América Latina e do Caribe”, defende o secretário-geral do Latin NCAP, Alejandro Furas.

“Este primeiro resultado do ano mostra, mais uma vez, as más práticas que alguns fabricantes estão realizando, oferecendo veículos com menores níveis de segurança e equipamentos na América Latina e Caribe em comparação com outras regiões do mundo. É inaceitável que o mesmo fabricante tenha esse padrão duplo. Para que isso deixe de acontecer, é necessário que os governos promovam as informações independentes e transparentes do Latin NCAP ao consumidor e, assim, melhorem os níveis de segurança dos veículos da região”, declarou Ricardo Morales, presidente do conselho de administração do Latin NCAP.

Os novos protocolos determinam que, até 2022, para alcançar cinco estrelas um veículo deve pontuar minimamente com os seguintes resultados em cada quesito: 75% de proteção para ocupante adulto, 70% de proteção para crianças, 40% de proteção de pedestres e 75% em sistemas de assistência de segurança. Os índices mudam após 2022 e duram até 2024, quando o Latin NCAP deverá ter um novo protocolo.


Índices alcançados pelo Kia Picanto Morning em novos testes de segurança do Latin NCAP



Tags: Latin NCAP, segurança, Kia Picanto, crash-test, teste de colisão, teste de segurança.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

Automotive Business
Avenida Iraí, 393, CJ 53, Moema, São Paulo - SP - CEP 04082-001 | Tel.: (11) 99996-1656