Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias
Na Argentina, fabricantes de veículos pedem programa setorial ao governo
Representantes da Adefa e de sindicatos se reuniram na Casa Rosada com o presidente Alberto Fernández: em busca de programa de desenvolvimento

Indústria | 26/10/2020 | 21h33

Na Argentina, fabricantes de veículos pedem programa setorial ao governo

Presidente Fernández recebeu representantes da indústria em busca de um projeto de desenvolvimento do setor automotivo no país

REDAÇÃO AB

Representantes dos fabricantes de veículos e de trabalhadores foram recebidos na segunda-feira, 26, pelo presidente da Argentina, Alberto Fernández, em uma reunião para pedir avanços em um projeto de lei para criar um programa de desenvolvimento do setor e declarar a indústria automotiva estratégica para a produção do país. Participaram do encontro na Casa Rosada o presidente da associação das montadoras (Adefa), Daniel Herrero, e os secretários gerais dos principais sindicatos ligados ao setor, Antonio Caló, da Unión Obrera Metalúrgica (UOM), e Ricardo Pignanelli, do Sindicato de Mecánicos y Afines del Transporte Automotor (SMATA). Também estava presente o ministro da Economia, Martín Guzmán.


Durante a reunião, o presidente da Adefa informou que a indústria planeja investimentos de US$ 5 bilhões no país até o fim de 2021, ao mesmo tempo em que defendeu a necessidade de estabelecer consenso para criação de um marco regulatório que traga estímulos ao desenvolvimento de fabricantes de veículos e componentes, “porque o setor que é estratégico para a produção argentina, por sua representatividade e participação no desenvolvimento econômico e social do país”, disse.

Desde o ano passado a Adefa vem gestando com governo e sindicatos a criação do programa denominado Visión 2030, que prevê o estabelecimento de políticas de desenvolvimento para o setor com ênfase na internacionalização, exportações, integração de componentes locais e especialização em picapes e SUVs. “Definimos um modelo de negócio exportador e especializado, com produtos de alto valor agregado que envolvem um intenso nível de investimento de capital de risco a longo prazo”, explicou Herrero. O projeto também envolve a concessão de incentivos à mobilidade sustentável e criação de um programa de sucateamento de veículos velhos.

“É o momento de seguir trabalhando para materializar esses pontos e em todos os fatores para melhorar a competitividade e a abertura de novos mercados, para termos um setor cada vez mais sustentável ao longo do tempo”, afirmou em comunicado o presidente da Adefa.



Tags: Argentina, governo, legislação, política setorial, incentivos, veículos, indústria, sindicatos, trabalhadores, Adefa, SMATA, UOM.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência