Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias
VWCO confirma a venda dos 100 primeiros caminhões elétricos à Ambev

Negócios | 16/10/2020 | 15h51

VWCO confirma a venda dos 100 primeiros caminhões elétricos à Ambev

Lote começa a ser fabricado em março e faz parte da encomenda de 1,6 mil veículos

REDAÇÃO AB

A Volkswagen Caminhões e Ônibus confirmou na sexta-feira, 16, a venda do primeiro lote de caminhões elétricos com 100 unidades do e-Delivery à Ambev, primeira empresa a testar o modelo. A produção começa em março e o início das entregas está agendado para junho, quando os veículos começarão a operar no transporte de bebidas em São Paulo e no Rio de Janeiro. O lote faz parte da encomenda que a Ambev fez à VWCO em agosto de 2018 com a intenção de compra de 1.600 caminhões elétricos. À época, o modelo e-Delivery ainda estava em fase inicial de testes. A empresa, dona e distribuidora de bebidas das marcas Skol, Brahma, Antarctica e Guaraná, recebeu uma unidade do protótipo e-Delivery 4x2 de 11 toneladas de PBT, que rodou por 30 dias. Depois disso, recebeu outro caminhão elétrico, o protótipo do e-Delivery 6x3 de 13 toneladas que rodou na frota da empresa por mais de um ano (leia aqui).

O caminhão elétrico apresentou resultados muito positivos: foram mais de 30 mil quilômetros em testes de engenharia em condições reais de operação na capital paulista. Nesse período, mais de 22 toneladas CO² deixaram de ser emitidas e 6,5 mil litros de diesel foram economizados. Os caminhões podem chegar a uma autonomia de até 200 quilômetros, de acordo com a aplicação e a configuração do veículo.

Agora, o e-Delivery começará a ser produzido em grande escala a partir de março de 2021 no Centro de Desenvolvimento e Produção da VW Caminhões e Ônibus em Resende (RJ), onde a empresa contará com oito empresas fornecedoras para compor o e-Consórcio, modelo de manufatura criado pela montadora e fornecedores para produzir o caminhão elétrico (leia aqui).

Para isso, a VWCO investiu R$ 110 milhões na nova linha de produção de seus caminhões elétricos (leia aqui), incluindo uma planta-laboratório para testar todos os processos de manufatura do novo caminhão (leia aqui).

“Comprovamos que novas fontes de energia por meio de soluções viáveis e concretas já se tornaram realidade com a chegada do e-Delivery, que foi testado e aprovado com excelentes resultados nas ruas de São Paulo, uma das maiores capitais do mundo. Essa iniciativa entra para a história da indústria automotiva mundial, pois somamos forças para viabilizar a produção dos primeiros caminhões elétricos desenvolvidos e feitos no Brasil”, celebra Roberto Cortes, presidente e CEO da VW Caminhões e Ônibus.



O caminhão elétrico é recarregado com 100% de energia vinda de fontes limpas, como eólica, solar e 43% que provém do próprio sistema regenerativo de freios do veículo. O plano é que os veículos sejam recarregados em uma das 48 usinas solares que a Ambev está implementando nos seus Centros de Distribuição (CDDs) espalhados pelo Brasil.

No seu primeiro ano de operação, a VWCO e a Ambev estimam que os 100 caminhões movidos a bateria deixarão de emitir, aproximadamente, 1.540 toneladas de CO² na atmosfera e 583 mil litros de diesel serão economizados.

“A parceria é um marco histórico para ambas as empresas: além de ser um dos maiores acordos do mundo, a inovação está sendo desenvolvida aqui no Brasil. E estamos abertos a compartilhar a tecnologia e os aprendizados que tivemos. Se outras empresas tiverem interesse em também ter uma frota de caminhões mais sustentável, todo mundo ganha, principalmente o planeta e o meio ambiente”, afirma Rodrigo Figueiredo, vice-presidente de sustentabilidade e suprimentos da Ambev.

As cem primeiras unidades foram adquiridas pelos operadores logísticos da Ambev, já com contratos de manutenção.



Tags: VWCO, Volkswagen Caminhões e Ônibus, caminhões elétricos, e-Delivery, e-Consórcio, Ambev, Resende, Roberto Cortes, transporte de bebidas.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência