Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias
Indústria de implementos melhora previsão de queda das vendas para 2020

Mercado | 08/09/2020 | 15h31

Indústria de implementos melhora previsão de queda das vendas para 2020

Fabricantes esperam retração de apenas 5% sobre 2019 e indicam que esta crise pode ser mais curta

REDAÇÃO AB

A indústria brasileira de implementos melhora sua previsão de vendas para 2020 após registrar queda de apenas 6% no acumulado de janeiro a agosto na comparação com igual período do ano passado ao chegar a 73,7 mil unidades. Em comunicado divulgado na terça-feira, 8, a Anfir, associação das fabricantes, indica que este ano o setor pode fechar com o emplacamento de 114 mil unidades, volume que se confirmado, representará retração de 5% sobre 2019.



- Faça aqui o download dos dados da Anfir
- Veja outras estatísticas em AB Inteligência



“A economia brasileira já dá sinais de reação constante e a recessão poderá ser mais curta que a anterior”, diz Norberto Fabris, presidente da Anfir.



O executivo compara esta crise gerada pelos efeitos da pandemia de coronavírus com a crise anterior. “O momento atual é diferente daquele que enfrentamos de 2014 a 2018 e por isso a recessão poderá ser mais curta. A crise anterior nos fez melhorar processos, reduzir custos e racionalizar as operações. Na prática quando a desaceleração da economia chegou, provocada pela Covid-19, coincidentemente estávamos preparados“, explica Fabris.

Assim como alguns segmentos da indústria, como a de caminhões, o pior momento de queda neste ano foi registrado no balanço de janeiro a maio quando o total de emplacamentos ficou 20% abaixo do registrado no mesmo período de 2019. A partir de então a economia tem demonstrado reação, refletindo nos porcentuais de retração que passaram para 13%, passando por 8% e agora para 6%.

Segundo dados da entidade, atualmente, dos 15 segmentos que formam o setor de reboques e semirreboques (implementos pesados), oito deles já apresentam resultado positivo. Já no setor de carroceria sobre chassis (leves) dos sete segmentos, três estão positivos, indicando reação em várias frentes e setores da economia, sejam eles urbanos (entregas, consumo das famílias etc.) ou em atividades ligadas ao setor de agronegócio.

“Com certeza um dos melhores efeitos da recuperação é a contratação de mais pessoal: gerar emprego é gerar renda e segurança às famílias”, conclui o presidente da Anfir.



Neste ano, as fabricantes associadas à Anfir geraram 500 novas vagas, passando de 45 mil empregados em 2019 para 45,5 mil até agora.



Tags: Indústria, implementos rodoviários, Anfir, crise, vendas, caminhões, carretas, mercado, Norberto Fabris.

Comentários

  • CarlosRoberto Passos

    Bomdia, Quais são os 15 segmentos considerados que influenciam o mercado de trailers (reboques e semi reboque). ~Como está e qual é a previsão de desempenho de cada um destes segmentos para 2020 e 2021. Aguardo e agradeço. Um abraço, Passos.

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência