Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias
Grupo PSA e Total criam joint venture para fabricar baterias
Imagem do projeto do futuro complexo industrial da ACC

Novos negócios | 03/09/2020 | 20h22

Grupo PSA e Total criam joint venture para fabricar baterias

Nova empresa contará com investimentos de França e Alemanha; empresas estimam aporte total superior a € 5 bilhões

REDAÇÃO AB

O Grupo PSA e a Total/Saft assinaram um acordo para a criação de uma joint venture dedicada ao desenvolvimento e produção de baterias para veículos elétricos. A ACC – Automotive Cells Company – contará com aporte financeiro de Alemanha e França no valor de € 1,3 bilhão. No total, as empresas estimam que todo o projeto demandará investimento superior a € 5 bilhões.

A nova joint venture já conta com o centro de P&D em Bordeaux e uma unidade piloto em Nersac, ambos na França, onde já começaram suas atividades para o desenvolvimento de células de íon de lítio de alto desempenho. Ao final desta fase, a produção em série está prevista a partir de 2023 em duas grandes plantas: em Douvrin, na França, e em Kaiserslautern, na Alemanha.

“A construção do consórcio europeu de baterias que desejávamos é agora uma realidade. Este novo passo está de acordo com a nossa razão de ser: ‘oferecer aos cidadãos uma mobilidade limpa, segura e acessível’ e dá ao Groupe PSA uma vantagem competitiva no contexto de vendas crescentes de veículos elétricos. A ACC leva o Groupe PSA ainda mais longe no caminho para a neutralidade de carbono”, declarou Carlos Tavares, presidente mundial do Grupo PSA.



A capacidade inicial é estimada em 8 GWh, devendo atingir 48 GWh até 2030 nas duas fábricas, equivalente à produção de 1 milhão de veículos elétricos por ano, sendo mais de 10% do mercado europeu.

O projeto visa criar uma referência global no desenvolvimento e produção de baterias de alto nível e desempenho para toda a indústria automotiva. A nova joint venture ACC pretende reduzir a pegada ambiental dos veículos ao longo de toda a sua cadeia de valor produzindo baterias com alto nível tecnológico em termos de desempenho, autonomia tempo de carregamento e pegada de carbono. Além disso, com a ACC, o Grupo PSA e a Total pretendem desenvolver sua capacidade de produção para acompanhar o crescimento da demanda por veículos elétricos no mercado europeu, cujas estimativas apontam para 400 GWh até 2030, equivalente a quinze vezes a mais que a atual.

O novo negócio, segundo suas parceiras, deve assegurar a independência industrial da Europa, tanto para concepção quanto para produção de baterias, e posicionar a ACC como um grande competidor para abastecer as montadoras do segmento de eletrificação.

Para liderar a nova joint venture, as empresas nomearam Yann Vincent como CEO e Ghislain Lescuyer seu presidente do conselho de administração.



Tags: Grupo PSA, PSA, Total, joint venture, fábrica, baterias, ACC, Automotive Cells Comnpany.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência