Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias
Amazon encomenda 1.800 vans elétricas da Mercedes-Benz

Negócios | 03/09/2020 | 18h37

Amazon encomenda 1.800 vans elétricas da Mercedes-Benz

Lote começa a ser entregue este ano e será composto por 1,2 mil eSprinter e 600 e-Vito

REDAÇÃO AB

A gigante varejista Amazon encomendou 1.800 veículos elétricos à Mercedes-Benz, com início das entregas previsto ainda para este ano. O lote, que será composto por 1,2 mil eSprinter e 600 unidades do eVito, integrarão a frota da companhia na Europa.

É o maior pedido de veículos elétricos da Mercedes-Benz feito por um único cliente até agora. A empresa confirma em comunicado que do total de veículos encomendados, já se sabe que 800 vão rodar na Alemanha e 600 no Reino Unido.

“A adição de 1.800 veículos elétricos para entregas é mais um passo em nossa jornada para construir a frota de transporte mais sustentável do mundo e estaremos nos movendo rapidamente para colocar essas vans nas estradas este ano”, disse Jeff Bezos, fundador e CEO da Amazon.

Além da venda, a Mercedes-Benz também confirmou que se juntou ao programa The Climate Pledge, um movimento criado pela Amazon em 2019 e que pede aos signatários que não emitam carbono em seus negócios até 2040. A montadora havia dito anteriormente que pretendia ter uma frota neutra em carbono até 2039.

É a segunda vez que a Amazon anuncia a compra de veículos elétricos em grandes lotes: em setembro do ano passado, a companhia encomendou 100 mil minivans elétricas da Rivian Automotive, uma startup com sede no Michigan (EUA) que recebeu investimentos da própria Amazon. Os veículos serão entregues até 2024.



Tags: Mercedes-Benz, veículos elétricos, van elétrica, Amazon, eSprinter, eVito.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência