Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias
Com receita menor, Randon tem queda de 50% no lucro do semestre

Balanço | 13/08/2020 | 19h27

Com receita menor, Randon tem queda de 50% no lucro do semestre

Crise gerada pela pandemia impacta todos os resultados da empresa

REDAÇÃO AB

As Empresas Randon reportaram lucro 50% menor no primeiro semestre na comparação anual, ao encerrar o período com R$ 58,2 milhões, informa em comunicado referente ao seu balanço financeiro divulgado na quarta-feira, 13. A crise gerada pela pandemia é apontada como principal fator que impactou os resultados da companhia, também afetada pela paralisação de toda a indústria automotiva durante o segundo trimestre. Com isso, a receita líquida diminuiu 14%, para R$ 2,1 bilhões.


Segundo o CFO Paulo Prignolato, abril foi o período mais afetado. Nesse contexto, a organização realizou movimentos importantes para preservar o caixa, ações que, segundo o executivo, trouxeram resultados para a melhora dos negócios da companhia. “Ainda que os números do segundo trimestre de 2020 tenham sido aquém do planejado para o ano, foram melhores do que se esperava no início da pandemia”, salienta.

O desempenho favorável da empresa foi impulsionado pela retomada de alguns segmentos a partir de maio, como o agronegócio, que se beneficia da safra recorde de grãos graças ao aumento da demanda no exterior e também pelo câmbio favorável.

Também ao longo do primeiro semestre, a companhia ressalta a importância de novos vegócios, como a Castertech e a Fras-le com novos clientes no exterior, além do acordo entre Suspensys com a Volkswagen Caminhões e Ônibus (VWCO) para fornecer suspensões pneumáticas ao consórcio modular na fábrica de Resende (RJ).

Além disso, no segundo trimestre, a empresa reportou investimentos de R$ 29 milhões, parte dele para o projeto de modernização da estamparia da Randon Implementos e para a expansão de capacidade da controlada Fremax. Com isso, no primeiro semestre, os investimentos somaram quase R$ 59 milhões, com foco em manutenção e ganhos de produtividade.

Na divisão de autopeças, a Fras-le reportou faturamento líquido 6% menor no semestre, para R$ 965,1 milhões. O lucro líquido foi fortemente afetado e encerrou o período com queda de 53,4%, para R$ 11,9 milhões. “O cenário de incertezas de mercado, paralisações e dificuldades de operações de alguns clientes tornaram os meses de abril e maio os mais desafiadores para o nosso negócio. Em junho, a demanda atingiu níveis muito próximos aos registrados antes da pandemia, contribuindo para o otimismo moderado para os próximos trimestres”, destaca o diretor de relações com investidores da empresa, Hemerson de Souza.



Tags: Randon, balanço, lucro, receita, faturamento, pandemia, crise, Fras-le.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência