Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias
Caoa Hyundai atinge marca de 300 mil Tucson vendidos no Brasil

Mercado | 09/07/2020 | 13h28

Caoa Hyundai atinge marca de 300 mil Tucson vendidos no Brasil

SUV chegou importado ao País em 2004, mas atualmente, em sua terceira geração, é produzido na fábrica de Anápolis (GO)

REDAÇÃO AB

O Hyundai Tucson, que chegou a ser um dos SUVs mais vendidos no Brasil, alcançou a marca de 300 mil unidades comercializadas em nosso mercado. Lançado em 2004 – inicialmente trazido da Coreia do Sul – o modelo se tornou um dos preferidos dos brasileiros, graças ao seu bom custo-benefício, além do design atraente. Hoje, o Tucson não repete o sucesso de alguns anos atrás (foi o 27º mais vendido do segmento em junho, de acordo com a Fenabrave), mas tem reestilização prevista para breve.

Atualmente produzido na fábrica do grupo Caoa localizada em Anápolis (GO), o Hyundai Tucson possui conjunto motriz formado pelo motor 1.6 turbo a gasolina, capaz de entregar 177 cavalos, e câmbio automatizado de dupla embreagem e sete marchas. O SUV pode ser encontrado em duas versões de acabamento, GLS e Limited, e tem cinco anos de garantia.

A Caoa Hyundai é a maior distribuidora da marca no Brasil e a única a oferecer toda a linha de modelos Hyundai, incluindo a família HB20 e o Creta (produzidos pela Hyundai Motor em Piracicaba, no interior de São Paulo).



Tags: Caoa, Hyundai, Tucson, Anápolis, HB20, Creta.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência