Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias
VWCO completa 25 anos da escolha de Resende

Indústria | 02/07/2020 | 19h00

VWCO completa 25 anos da escolha de Resende

Fábrica foi instalada no sul fluminense com investimento inicial de US$ 250 milhões

REDAÇÃO AB

A Volkswagen Caminhões e Ônibus completou 25 anos da escolha de Resende (RJ) para sediar sua fábrica, que recebeu investimento inicial de US$ 250 milhões e inaugurou o modelo de produção em consórcio modular composto por sete empresas parceiras que participam da montagem dos veículos. Desde então, a VWCO contabiliza investimentos na unidade que somam R$ 5,5 bilhões, em cinco ciclos consecutivos – o mais recente, de R$ 1,5 bilhão, previsto para ser finalizado em 2021.

“Ao longo de 25 anos, nossa fábrica se tornou referência com o inédito consórcio modular e produziu uma série de veículos que se tornaram verdadeiros ícones do transporte”, afirma Roberto Cortes, presidente da VWCO.



O Brasil foi o primeiro lugar no mundo onde a Volkswagen produziu caminhões, no início da década de 1980 quando a empresa adquiriu as operações da Chrysler no País e lançou os primeiros modelos com sua marca. Após a associação entre Ford e Volkswagen no Brasil e na Argentina e a criação da Autolatina em 1987, a produção de caminhões VW foi transferida, em 1990, para a fábrica que a Ford mantinha no bairro do Ipiranga, em São Paulo. Com o fim da Autolatina e a separação das operações, a montadora se viu sem uma linha para montar seus produtos, assim começou a pesquisar onde instalar uma planta própria. Após um estudo técnico que segundo a VWCO consumiu cerca de 60 mil horas, Resende foi escolhida em 1995 e já no ano seguinte a produção foi iniciada na unidade.

A escolha de Resende para o investimento de US$ 250 milhões foi precedida de uma disputa que envolveu nove governadores, 41 prefeitos e centenas de cartas respondidas, vindas de interessados em oferecer áreas industriais. O projeto inicial previa empregar 2 mil colaboradores e produzir 30 mil caminhões e ônibus por ano. Quatro meses após o anúncio da cidade para sediar a planta, o sistema chamado de consórcio modular iniciaria um ano de testes numa fábrica-laboratório no Polo Industrial de Resende. Ao trazer os fornecedores para dentro da linha, a VWCO dividiu os investimentos e viabilizou a unidade com custos menores de produção.

Hoje a fábrica tem capacidade produtiva de 100 mil unidades/ano e emprega 4,5 mil colaboradores, instalada no terreno de 1 milhão de metros quadrados que abriga prédios em 148 mil m2 de área construída, 100 mil m2 no parque de fornecedores e 50 mil m2 no centro logístico.

Resende será o berço do primeiro caminhão elétrico nacional, o e-Delivery, um projeto desenvolvido pela equipe de 600 engenheiros dedicados à marca na fábrica. O modelo deve começar a ser produzido até o fim de 2020 em Resende por um novo grupo de empresas parceiras que formam o e-Consórcio.



Tags: VWCO, Volkswagen Caminhões e Ônibus, Resende, fábrica, indústria, veículos pesados, investimento, aniversário, 25 anos.

Comentários

  • RobertoLotz

    Parabénsa todos da VWCO e de Resende pela história de sucesso. Que venham muitos anos pela frente.

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência