Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias
Com nova Strada, Fiat amplia o mercado que inventou
Em versões de cabine simples ou estendida, nova Strada vai defender sua liderança

Lançamentos | 26/06/2020 | 19h20

Com nova Strada, Fiat amplia o mercado que inventou

Nova geração da picape mais vendida do País tem preços de R$ 69,6 mil a R$ 80 mil em duas versões de cabine estendida e três de dupla com quatro portas

PEDRO KUTNEY, AB

Com quase três meses de atraso provocado pela pandemia de coronavírus, a Fiat finalmente divulgou preços e começa a entregar aos clientes a nova geração de sua picape compacta campeã de vendas no País, a Strada, que já está disponível na maioria das concessionárias da marca no País em duas versões de cabine estendida e três de dupla com quatro portas, por preços que vão de R$ 69,6 mil a R$ 80 mil, quase os mesmos valores da antiga geração – que ainda manterá um representante de entrada por R$ 61,6 mil. Com a nova oferta, a Fiat amplia sua oferta em um mercado inventado no Brasil por ela mesma há mais de 40 anos, quando lançou o 147 Pick-Up, a primeira derivação do gênero.

Com a picape completamente nova, maior e com substancial elevação de conteúdo tecnológico de segurança e conforto, a Fiat aumentou as opções da Strada para uso familiar e de lazer, assim espera não só manter mas ampliar ainda mais a liderança folgada do modelo, que além de ser a picape mais vendida do País, no seu próprio segmento de compactas até agora tinha participação recorde de 58% e vendia mais do que as duas concorrentes somadas (VW Saveiro e Chevrolet Montana).

Segundo estima Herlander Zola, diretor da marca, a nova geração deve elevar em mais de 20% o volume de vendas da Strada. O maior crescimento virá das versões cabine dupla Freedom e Volcano, que têm potencial para aumentar dos atuais 5% para 25% a participação das opções “de lazer” nas compras da Strada, sem prejuízo das configurações para trabalho com cabine estendida (passou a ser chamada de Plus), que incluindo a remanescente Working da geração anterior devem continuar respondendo por mais da metade da demanda.


A versão Volcano: topo de linha com cabine dupla e vocação para lazer

Se a estratégia funcionar como planejou a fabricante, fará subir ainda mais a importância da picape compacta no resultado da Fiat e FCA no mercado brasileiro, que em 2019, com 76 mil unidades emplacadas, foi o sétimo veículo leve mais vendido do País e respondeu por 21% de todas as vendas da Fiat. Este ano, Zola espera vender mais de 30 mil unidades da Nova Strada – já contabilizando os efeitos da crise trazida pela pandemia. “Agregamos conteúdo que vai dar acesso à Strada a segmentos que ela não estava e assim vamos novos clientes. Com essa grande vantagem competitiva, existe espaço até para superar esse número [inicialmente projetado]” afirma o diretor.

“Nunca tivemos competitividade de produto e preço tão grande quanto agora com a nova Strada. Aumentamos muito a oferta de design, tecnologia e inovação, tudo pelo mesmo preço de antes. Por isso temos certeza que a demanda vai aumentar e ajudar a passar melhor por essa crise que reverbera em toda a economia. Estamos prontos para aumentar a produção”, afirmou Antonio Filosa, presidente da FCA Latam.



NOVA STRADA SOBE A RÉGUA



Desde que foi lançada pela primeira vez, em 1998, a Strada seguia a sina de todas as picapes compactas inventadas no Brasil: era uma derivação direta de um carro já existente – no caso da Fiat, a base e o design frontal eram do Palio, que ao longo dos últimos 20 anos foi emprestando suas diferentes feições à picape da mesma família. Com a nova Strada essa ligação não é mais tão direta: ela é montada sobre a plataforma MPP, que tem elementos do Uno, Mobi e Fiorino, mas desta vez ganhou design exclusivo, com clara inspiração na irmã maior, a Toro.


Nova Strada tem identidade própria, design não deriva de outro carro

É clara a inspiração no design da Toro, inclusive no nome igual das versões, mas segundo Zola não há perigo de canibalização. “Existe diferença de R$ 20 mil entre a versão mais cara da Strada e a mais barata da Toro. Dessa forma as duas terão espaços distintos no mercado”, pondera.

Produzida no Polo Automotivo Fiat em Betim (MG), a nova Strada é um dos primeiros resultados da lista de lançamentos orçados no programa de investimento de R$ 14 bilhões da FCA no Brasil (inicialmente previsto de 2018 a 2024 e que no pós-pandemia deve se estender a 2025). A picape foi projetada e desenvolvida com intenso uso de recursos digitais implementados no polo mineiro nos últimos anos, onde trabalham 1,2 mil engenheiros.

Com isso, a picape subiu sua própria régua, ganhou mais robustez, espaço, segurança e tecnologia, ficou mais bonita, aumentou seu conteúdo tecnológico, é maior, mais robusta, tem maior capacidade de carga e acomoda um passageiro a mais (até cinco) na nova versão de cabine dupla com quatro portas (na geração anterior eram três). Mesmo assim, ficou mais leve, graças ao uso de aços de alta resistência na sua construção, que cobrem 90% de seu pavimento.

Mais do que recursos de última geração para projetar e produzir a nova picape, a FCA lançou mão do velho (e ainda muito eficiente) contato cara-a-cara com o freguês do modelo. Os designers da empresa visitaram consumidores da Strada para entender o que eles mais gostavam e o que mais gostariam que o veículo tivesse. Esse cuidado, claro, deriva da liderança de 20 anos da Strada e sua grande importância nas vendas da Fiat – é sempre mais difícil mexer em time que está ganhando.

PASSOS À FRENTE DOS CONCORRENTES



“A Strada lidera o mercado porque sempre esteve um passo à frente dos concorrentes. A nova geração coloca a picape vários passos à frente”, decreta Herlander Zola.




Cabine dupla agora tem espaço real para cinco passageiros e caçamba pode carregar até 650 kg

O diretor da marca Fiat inclui entre esses “passos à frente” a inédita cabine dupla com quatro portas no segmento, que abriga até cinco passageiros, e o embarque de muitas tecnologias, já presentes em muitos automóveis no Brasil, que ainda não tinham chegado às picapes compactas, a começar pelos modernos sistemas de segurança ativa e passiva.

De série em todas as versões, a nova Strada vem equipada com controles eletrônicos de estabilidade (ESC) e tração (ASR) que são autocalibráveis conforme a variação de carga do veículo, E-Locker que trava a roda sem tração para atravessar terrenos escorregadios, cintos de segurança dianteiros com pré-tensionador, quatro airbags (dois frontais e dois laterais), sistema Isofix de fixação de cadeiras infantis no assento traseiro da versão cabine dupla e o desenho dianteiro agrega o conceito de proteção a pedestres em caso de atropelamento.


Na caçamba das versões cabine estendida Plus, capacidade de 720 kg é a maior da categoria

Embora tenha agregado atributos de conforto para o uso de lazer, a Strada conservou e aprimorou suas características de robustez para o trabalho, mantendo a suspensão traseira com feixe de molas, o que garante a maior capacidade de carga do segmento, que subiu para 720 kg na caçamba da carroceria com cabine estendida/Plus e 650 kg na cabine dupla. Também tem a maior altura do solo (23,2 cm) e o maior ângulo de entrada (23,2 graus) da categoria.

Por fora, a preocupação dos designers da Fiat foi dar uma aparência mais robusta à Strada, o que foi feito com elevação do capô, muito vincos na carroceria e uma ampla grade frontal, que marca a estreia do novo logo da marca, escrito em letras grandes – que em breve será estendido a todos os outros Fiat.


Design da dianteira reforça imagem de robustez e estreia novo logo da Fiat

Por dentro, são novos os revestimentos de assentos e portas, os vários porta-objetos e o painel, que no centro abriga a nova geração da central multimídia Uconnect com tela tátil de de 7 polegadas – desenvolvida no Brasil e que irá equipar outros carros da FCA no mundo, incluindo Estados Unidos e Europa. O sistema foi desenvolvido para funcionar como um smartphone, intuitivo e sem necessidade de consulta a manual, e pela primeira vez permite a conexão sem fio com celulares via Apple Car Paly ou Android Auto.


Interior novo marca estreia da nova central multimídia Uconnect desenvolvida no Brasil

Embaixo do capô não há muitas novidades. O velho motor Fire 1.4 de 88 cv e 12,5 kgfm equipa as versões de entrada Endurance, que vêm com direção hidráulica. Também já conhecido em outros carros da Fiat, Firefly o 1.3 de 109 cv e 14,2 kgfm faz sua estreia nas opções mais caras, Freedom e Volcano, da nova Strada, ambas equipadas com direção elétrica. Só há opção de câmbio manual de cinco marchas – por enquanto não está nos planos a oferta de transmissão automática nem de motorizações mais potentes, o que será uma possibilidade com a produção em Betim de novos propulsores turbinados a partir do ano que vem.

VERSÕES, PREÇOS E EQUIPAMENTOS DA NOVA FIAT STRADA



Endurance Cabine Plus (R$ 63.590) e Cabine Dupla (R$ 74.990)
De série: ar-condicionado, direção hidráulica, computador de bordo, volante com regulagem de altura, iluminação no vão de carga, porta-escada, controle de estabilidade (ESC), airbags frontais, controle de tração eletrônico E-Locker, assistência de partida em rampa (Hill Holder), luz diurna (DRL), rodas de aço 15”, grade de proteção do vidro traseiro. De série para cabine dupla: Isofix no assento traseiro, airbags laterais.
Opcionais – Pack Worker (R$ 2.500): acionamento elétrico de travas e vidros; Pack Áudio (R$ 1.500): rádio com entrada USB e controle de áudio no volante; Pack Tech (R$ 3.490): central multimídia Uconnect com tela de 7”, sensor de estacionamento, câmera de ré, comandos de áudio no volante e quadro de instrumentos digital de 3,5”.

Freedom Cabine Plus (R$ 69.490) e Cabine Dupla (R$ 77.990)
De série: agrega todos os equipamentos da versão Endurance e acrescenta rádio com entrada USB, controle de áudio no volante, acionamento elétrico de travas e vidros dianteiros, alarme, retrovisores elétricos com função de rebaixamento tilt down à direita, capota marítima, farol de neblina, direção elétrica, rodas de liga leve 15”, quadro de instrumentos digital de 3,5”, chave canivete.
Opcionais –Pack Tech (R$ 2.290): central multimídia Uconnect com tela de 7”, sensor de estacionamento, câmera de ré.

Volcano Cabine Dupla (R$ 79.990)
De série: agrega todos os equipamentos de série das versões Endurance e Freedom e acrescenta câmera de ré, sensor de estacionamento, acionamento elétrico de vidros traseiros, barras longitudinais de teto, santantônio, tapetes de borracha, central multimídia Uconnect com tela de 7”, faróis de LED, bancos com acabamentos em couro, pneus de uso misto (ATR)
Opcionais – Rodas Liga Leve 16” (R$ 2.500)



Tags: Fiat, nova Strada, lançamento, picape, mercado, preços, FCA Fiat Chrysler.

Comentários

  • Zilmei

    Hádemanda é grande com falam mas nesse aumento de produção terá há mesma qualidade quanto num ritmo normal. Fico preocupado. Enfim todos estamos ansiosos.

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência