Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias
Fábrica da Caoa volta a operar em Anápolis

COVID-19 | 24/06/2020 | 20h00

Fábrica da Caoa volta a operar em Anápolis

Planta voltou a produzir modelos Hyundai e Chery após três meses de paralisação

REDAÇÃO AB



Após três meses de paralisação o Grupo Caoa reativou as linhas de produção de sua fábrica em Anápolis (GO), onde são montados modelos Hyundai (os SUVs ix35 e New Tucson e os caminhões HR e HD) e Caoa Chery (os SUVs Tiggo 5x e 7). As atividades na unidade tinham sido suspensas totalmente em 23 de março com a disseminação da pandemia de coronavírus no País, e o retorno ao trabalho só aconteceu esta semana, na última segunda-feira, 22.

“A Caoa esteve desde o início 100% empenhada na contenção da propagação da Covid-19, seguindo as recomendações do Ministério da Saúde. Trabalhamos junto com nossos fornecedores buscando minimizar impactos em nossa cadeia produtiva e obedecendo todos os protocolos estabelecidos pelo governo. Nesse retorno, trabalhamos em conjunto com o Sindicato dos Metalúrgicos de Anápolis e estamos seguindo todas as normas estipuladas pelas organizações de saúde, readequando nossa planta e, em muitos casos, tomando providências que extrapolam as recomendações de segurança”, comenta Mauro Correia, CEO do grupo.

Até o fim de 2019 a fábrica de Anápolis empregava cerca de 1,4 mil pessoas. Os funcionários estavam com contratos de trabalho suspensos. A empresa nem o sindicato divulgaram cortes na planta até o momento.

Para o retorno ao trabalho a Caoa adotou protocolos similares aos que vêm sendo implantados pelas montadoras que voltaram a produzir. Para utilização do transporte fretado fornecido pela empresa é exigido o uso de máscaras e a entrada no ônibus só será permitida após a medição de temperatura. A quantidade de usuários foi reduzida nos ônibus para garantir o distanciamento necessário. Os veículos serão submetidos a processos de descontaminação, sendo higienizados a cada viagem e tendo.

Nova medição da temperatura é realizada antes da entrada na fábrica, com entrega diária de máscaras protetivas, uma para cada parte da jornada. Os principais espaços de concentração e acesso à unidade de Anápolis receberam demarcações, para que seja mantido o distanciamento entre as pessoas. Recipientes de álcool em gel foram distribuídos em toda a fábrica. Também houve ampliação dos refeitórios, com novo layout na distribuição de mesas e cadeiras, além da instalação de placas divisórias nas mesas.



Tags: Caoa, Hyundai, Caoa Cheery, Anápolis, produção, retorno ao trabalho, indústria, pandemia, coronavírus, Covid-19.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência