Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias
Consorciados ficam sem motos por causa da quarentena
Honda retomou produção em 25 de maio. Em uma semana produziu mil unidades da CG 160, a mais vendida do País

COVID-19 | 12/06/2020 | 17h02

Consorciados ficam sem motos por causa da quarentena

Consumidores contemplados se queixam por não haver produtos disponíveis; demora pode se estender

MÁRIO CURCIO, AB



Embora necessária para conter o avanço da Covid-19, a paralisação das fábricas de motos em Manaus (AM) gerou grande insatisfação entre consorciados pela falta de produtos nas revendas e previsão de entrega. A constatação do problema surgiu a partir de grande volume de comentários de leitores de Automotive Business.

A cada notícia publicada sobre o adiamento do retorno da produção da Honda (que detém 79% do mercado), esses leitores se queixavam de não conseguir a moto, mesmo quando o lance ou sorteio haviam ocorrido antes do início da quarentena.

Vale dizer que a fabricante foi prudente em prorrogar a quarentena, já que emprega 6 mil funcionários em Manaus, onde o sistema de saúde entrou em colapso por causa do coronavírus. As reclamações dos leitores continuaram com a notícia do retorno da montadora.

No início de maio o consorciado Leandro Almeida se queixava por causa de uma motocicleta obtida por lance livre em fevereiro: “Dei o lance porque estou precisando da moto para trabalhar e até agora [em 5/5/2020] não recebi.” A leitora Wanderlane, outra consorciada, foi contemplada por lance em 27 de abril e em 8 de junho ainda não tinha previsão de quando poderia retirar a moto: “Acho que tem de parar de contemplar até entregar as já contempladas; poderiam suspender os sorteios até normalizar tudo”, sugere.

A regularização do problema ainda pode levar algum tempo. Os consorciados têm prioridade no recebimento do bem quando se trata dos consórcios das próprias montadoras. Mas 72% dessa modalidade de venda é praticada por outros bancos. Esses outros consorciados poderão de fato ter de esperar mais.

Carlos Porto, vice-presidente responsável pela área de motocicletas da Fenabrave (entidade que reúne as associações de concessionários), recorda que o desabastecimento parcial da rede, sobretudo em modelos de baixa cilindrada, também teve impacto nos emplacamentos em maio. “Notamos que começaram a faltar algumas motos a partir da segunda semana de abril. Muitos motoristas de aplicativo ficaram sem renda e migraram para as entregas com moto”, diz Porto. Sobre os consórcios, ele recorda que existem diferentes fatores a considerar além da falta do produto.

“Em regra o consumidor contemplado quer a moto imediatamente, mas nem sempre essa entrega é possível”, diz o representante da Fenabrave.



Segundo Porto, os consorciados têm dificuldade de retirar o bem quando estão com alguma obrigação financeira em atraso (negativados) e ainda não pagaram parcelas equivalentes a 70% do valor da moto. Ele diz também que a Yamaha conseguiu ajustar seus estoques à demanda e a Honda deve normalizar o abastecimento da rede em uma semana.

Em nota emitida antes do retorno da produção, a Honda reconheceu “a possibilidade de a rede de concessionárias apresentar estoque menor de determinados modelos em regiões específicas”. A Yamaha admitiu que um dos motivos para o retorno da produção em 30 de abril foi o compromisso com os consorciados.

Segundo dados da Abraciclo (associação das montadoras), a maior produção em maio foi da Yamaha, com 11,3 mil unidades, 77,4% de todas as motos montadas em Manaus naquele mês. A Honda voltou na última semana do mês e por isso fabricou apenas 1,3 mil motos em maio. Desse total, mil unidades foram da CG 160, a moto mais vendida no País e a mais utilizada por entregadores.



Tags: Motos, consórcio, Covid-19, quarentena, coronavírus, Manaus, sistema de saúde, Honda, Yamaha, Abraciclo, Fenabrave, Carlos Porto.

Comentários

  • CileneMaria de Souza Martins

    Estoumuito insatisfeita com a Honda, pois fui contemplada por lance livre em 22/04 paguei pelo lance e até agora nada, sendo que preciso da moto pra trabalhar e continuar mantendo as parcelas do consórcio em dia, mais a revenda não tem nenhuma previsão de entrega da moto, não sei mais o que fazer....

  • LuizOtávio

    Euacho que a Honda deve atender aqueles consorciados que deu um lance com muito sacrifício para contemplar a motocicleta para utilizar para trabalhar. Eu por exemplo quando dei o lance deveria ter sido informado que não tinha moto para entregar, se tivesse sido avisado deixaria para pagar o lance em outra oportunidade e usaria o dinheiro do lance para comprar uma moto usada. Enfim, não adianta nada reclamar, acredito que o pior ja passou e logo vou pegar a minha tão esperada moto Bros 160.

  • PedroGanassin

    Todossabemos da situação vivida, mas é muito triste você batalhar e se sacrificar, tirando o último centavo a dar um lance livre alto a fim de pegar logo a moto para poder trabalhar e não haver estoque, estou há 2 meses no aguardo e sem previsões de quando receber como muitos outros consorciados. Se soubesse da demora seguraria o lance tanto como reserva para alguma emergência, muito triste com tudo isso, venho esperando a um tempo para conquistar minha 0km, a ansiedade é muita :(

  • Laisvenancio ferreira

    Apessoa da um lance com mto sacrifício .. A dinheiro que a pessoa podia ter pago outras coisas e nao tem moto p entregar , falta de respeito com o cliente ! Era p ter avisado q n tinha moto p entregar antes da pessoa pagar .

  • josecarlos

    fuicontemplado e me assustei com tal noticia, acho que a Honda tem que correr contra o tempo e fazer uma campanha informando os clientes respeito e bom . bota a fabrica pra funcionar

  • Thiagode Jesus

    Compreiuma moto 0km a vista e estou no Amazonas em Manaus. Comprei ela a exatos 36 dias e até agora não recebi a moto, andando nas concessionárias Honda aqui no Amazonas verifiquei que todas elas estão vazias, apenas com modelos seminovos e alguns 0km como Pop ou motos de alta Cilindrada. motos populares como Titan, Fan, Twister, Broz etc. Estão em falta no mercado amazonense! A previsão de entrega da minha moto CB Twister 250 CBS está para 25 de Julho.

  • RicardoSeverino

    Opior o contemplar o seu lance sem ter o bem recebem o dinheiro e tá tudo certo e uma falta de respeito com consumidor se não tem a moto não contempla enquanto vida tiver não Fasso mais nunca um consórcio e triste ....

  • PabloMoisés

    Efetueio lance no dia 21/05/ 2020 logo após fui contemplado. Mas ainda aguardei vários dias para a análise de crédito ser aprovada ou não( sendo que o vencederdor me informou que seria apenas três dias de espera no máximo). Foi a maior burocracia para conseguir o crédito após ser contemplado, ainda por cima o meu vendendor não me informava nada, e quando eu insistia em perguntar ele me não esclarecia nada. Porém consegui aprovação na análise de crédito depois de muita luta. Hoje 5/07/2020 estou ainda aguardando o bem, e sem resposta alguma.

  • chaieneferraz reis

    Tambémestou na espera acho que a Honda deve parar com os sorteios dos lances vate voltar ao normal..pq tem muita gente sendo contemplada e não vai ter o veículo pra entregar.. infelizmente

  • Pedrosantos

    Estoucontemplado numa xre 300 desde 16/04 e até hoje (07/07) nada, nem sequer uma previsão. Estou mudando para Yamaha, que tem prazo para entregar definido. Cansei de esperar e andar a pé.

  • LEONARDO

    Yamahajá está com a lander 2021 nas lojas e a xre 300 2020 nada de chegar ! To esperando que nem troxa, sem nem ter previsão ??????

  • CarlosMaurício

    Omeu caso acho que é inédito pois fui contemplado em novembro de 2019, mas como eu ia pegar uma moto que só estaria entrando no mercado brasileiro em 2020 fiquei tranquilo, pois me garantiram que no mês que fui contemplado a moto foi pedida para a fábrica, depois disso não recebi o mesmo tratamento de antes, passei a me senti como se eu fosse o devedor. Resumindo até hoje não recebi o veículo, procurei informações em outras concessionárias e descobri que até o mês de abril essas empresas tinham a moto CBR650R no pátio. Alguém pode me orientar o que fazer além de procurar um bom advogado.

  • LUCELIAVIANA CAVALCANTE

    sóacho que a Honda tem que fazer uma chamado oficial informando tu sobre o atraso das entregas das moto, porque as concessionaria não sabe dizer nada e existe o direito do consumidor. eu fiz o pedido da minha moto CB 500F no dia 17/03/2020 com prazo de entrega ate 30/06/2020 e já passou o prazo e ninguém na concessionaria da Honda que fiz o pedido com pagamento a vista sabe me diz a previsão de quando vai chega a minha moto! um absurdo o que estamos passando sem uma informação da Honda. Paulo Afonso -BA.

  • EdvaldoReis

    Contempladodesde 10/2019 no modelo cb 500 F até hoje 07/2020 nenhuma resposta (vergonha dona Honda )

  • Eduardo

    Absurdoe falta de comprometimento com seus clientes, paguei o lance no inicio de maio o vendedor disse que tinha moto disponível, depois do lance pago ta ai o problema... hoje 10/07/20 o cara não tem nem previsão. Tamanha a falta de respeito e sem falar da minha necessidade que tenho dessa moto assim como os demais aki... lamentável.

  • Mileide

    Umabsurdo isso, fala que tem a moto disponivel pra entrega e depois de tudo feito , depois da entrada o vendedor acha de falar que não tem moto disponivel, falta de respeito com o cliente , isso é um descaso , enganandoo consumidor!

  • Murilo

    Estoucom o dinheiro a vista aqui para comprar uma e o prazo dado nas concecionarias é de 60 dias podendo prolongar eles pedem para vc pagar para poder entrar na fila de espera e o valor em algumas concecionarias está mais de 2 mil reais a mais do preço sugerido pela fábrica

  • FelipeBorges

    Atéhoje dia 23/07/2020 as concessionárias não tem prazo para entrega das Motos. Realizei um financiamento de uma Honda CB Twister 2020, a 15 dias atrás, financiamento aprovado pelo Banco Honda, e até hoje a moto não tem previsão de entrega. Complicado por que o caus já esta instalado antes da Pandemia, vejo relatos de Janeiro. Vou ter que migrar para a Concorrente Fazer Yamaha, que por sinal é muito mais bonita, mais priorizei a CB por causa da 6 marcha. Mas é isso!

  • Joableite santos

    Enão pararam de fazer consórcios, isso e o pior. Depois que li esses comentários,entrei no consórcio a 1 mês, dei o lance e fui contemplado. Agora enrolei então.

  • AmiltonAraújo

    Poisé por aqui a onde moro não é diferente a grande questão é as promessas mentirosa que fazer os vendedores de vendas e consórcio. Pois fiz um consórcio 04/03/2020 pela Honda (Moto pena) salvador em que me fez a promessa que em meu aniversário no final de maio sendo contemplado receberia de forma rápida e fácil a moto. explicou muita outras coisa mais só não falou a verdade que a empresa estava com dificuldades na entrega dos veículos. Sendo assim lesando sonho de conquista do clientes. Que por sua vez deveria ter ciência disso. Hoje 27/07/2002 me encontro sem nem uma resposta de senhor ninguém que nao liga pra dizer absolutamente nada como se não tivesse nem um veículo contratual com migo. Restando a me a obrigação apena de continuar com as parcelas em dias pra que eu não venha ter problemas futuros. Aja visto que que não está fácil com as coisa em ordem. Agora o interessante é que eles contínua vendendo e pior se for lá eles.dez que estudo muito simples e rápido. Pelo amor de deus tenham consciência e para de fazer o consumidor de massa de manobra. A final são todos este que somando faz a base da empresa. Muito indignado muita mentira e muito falta de informação.

  • Speedymelo

    Estáuma bagunça mesmo!! Eles não têm informação e mostraram mal

  • Aurélio

    Muitotriste ver todos esses comentários aqui. a Honda até então desde 25 de Maio que voltou a trabalhar em suas fábricas até hoje não normalizou seus débitos com os clientes que não são poucos. Ocorre que por conta dos "novos lançamentos" muitos deles apenas alteração do Grafismo e todo esse "segredo" que ninguém está nem ai para o que vem de novidade ainda mais nesse período de Pandemia, devem esta produzindo modelos "novos" com modelos "antigos 2020", salve lembrar que com toda essa Pandemia, a motos devem vim bem salgada... Vergonha pra Honda. Ah, sabe o que a concorrente Yamaha fez ? Como a buscar pela FAZER aumentou devido ao descaso da HONDA, a YAMAHA simplesmente aumentou o preço , kkkkkk, é brincadeira ? Aumento o preço da moto devido ao aumento da procura pelo seu produto. Yamaha vocês sempre vão ficar disputando a sobra dos 30% que não adquirem uma moto Honda, pois o momento era de ganhar mercado, e não "mais" dinheiro!

  • RegeaneRodrigues

    Estoumuito insatisfeita com a Honda, pois fui contemplada por lance livre em 20/07/2020 , paguei o boleto , já assinei toda a papelada e até agora nada, estou precisando com urgência. Dei o lance para ter logo a moto e só ficam com essa enrolação.

  • Bruna

    Fuicontemplada em um consórcio no dia 23/06/2020 e nenhum funcionário entrou em contato comigo e não mandaram nenhum um e-mail para dizer que tinha sido contemplada, por um acaso eu entrei no aplicativo e vi que eu tinha sido a contemplada do mês, se não tivesse entrado teria perdido o prazo e a chance de pegar a moto. Realizado o pagamento, liguei atrás para enviar documentos restante e pra falar a cor da moto que seria escolhida, me disseram que a moto chegaria no final do mês de JULHO. Esperei e por fim não chegou, entrei em contato novamente hoje e me disseram que a moto chegará somente no mês de SETEMBRO. Acredito que ninguém gostaria de esperar todo esse tempo, e a culpa é a “pandemia” todas as outras cores está sendo fabricada mês passado e hoje me ofereceram na cor vermelha e preta dizendo que se eu quisesse já teria chegado, mas quero na cor “ bege perolizado “, incrível que todas as outras está sendo fabricado menos a cor que eu desejo não está, estranho né??? Estava muito feliz, porém agora estou indignada com a demora. Aliás e para pagamento exigem data, agora para receber a minha moto não dão um prazo, injusto com o cliente né?

  • LUCASDE MORAES SILVA

    Queroexpressar a minha indignação pelos serviços prestados da empresa CANAPOS MOTOS LTDA Vendedora responsável pelo repasse de motos contempladas pela Honda em Manacapuru-AM e o Consórcio Nacional Honda onde fiz um consórcio de uma moto modelo twister 2020 na cor vermelha no dia 5 de maio de 2020, na presença do vendedor Wiliam onde no ato foi realizado o pagamento no valor de R$ 832,00 em espécie. Ofertei o lance de 43,00% (R$ 8.000,09) para conseguir a moto rápido e fui contemplado. Efetuei o pagamento do lance em 23/05/2020 e enviei toda a documentação necessária dentro do prazo exigido pela empresa, inicialmente me deram um prazo de 15 a 20 dias para a moto chegar na concessionária, prazo este não cumprido.Tô esperando até agora dia 06/08/2020 vai fazer 4 meses

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência