Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias
Mercedes-Benz ajuda a produzir, projetar e reparar respiradores
Respiradores produzidos na KTK: apoio técnico aumentou capacidade de produção de cinco para 70 aparelhos por dia em São Bernardo do Campo

COVID-19 | 15/05/2020 | 18h20

Mercedes-Benz ajuda a produzir, projetar e reparar respiradores

Iniciativas fazem parte das ações voluntárias da empresa no enfrentamento à pandemia de coronavírus

REDAÇÃO AB



Como parte de suas contribuições voluntárias no enfrentamento à Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, a Mercedes-Benz focou esforços para aumentar a disponibilidade de respiradores artificiais no mercado, fundamentais no tratamento dos doentes mais graves que desenvolvem quadro de insuficiência respiratória. A empresa reuniu voluntários de seu corpo técnico para aumentar a produção dos aparelhos na KTK, projetar ventiladores mais baratos em parceria com o Instituto Mauá de Tecnologia e também fazer o reparo de equipamentos quebrados na fábrica de São Bernardo do Campo (SP).



Em parceria com, Bosch, Toyota, GM, Flex e ABB, a Mercedes-Benz participou do projeto que aumentou rapidamente a produção de respiradores da KTK, instalada em São Bernardo do Campo. Antes de receber o apoio técnico das empresas do setor automotivo, eram produzidos apenas de três a cinco aparelhos por dia, agora essa capacidade saltou para 70 ventiladores/dia. A KTK já recebeu pedido para fornecer 3 mil unidades ao SUS.

“Colocamos recursos e enviamos nossos técnicos e engenheiros, que aplicaram a experiência da indústria automotiva para aumentar a eficiência. Em apenas um mês e meio a linha de produção foi reformulada. A KTK estava quase inoperante e hoje já é mais uma opção para fornecer respiradores artificiais que são essenciais neste momento de pandemia”, conta Philipp Schiemer, presidente da Mercedes-Benz do Brasil.

Em outra iniciativa na mesma linha, a fabricante de veículos se uniu ao Instituto Mauá de Tecnologia para projetar um novo respirador de baixo custo, com componentes comumente utilizados na indústria automotiva. O aparelho está em testes e agora aguarda aprovação da Anvisa para poder ser utilizado em hospitais. Segundo Schiemer, existe capacidade de produção imediata para grandes volumes. “Por isso esperamos que a Anvisa aprove rápido, assim podemos ajudar quem está precisando”, diz.

A Mercedes-Benz também se integrou à força tarefa encabeçada pelo Senai para reparar respiradores inoperantes. Estimava-se que existiam mais de 3 mil aparelhos nessa condição no País justamente no momento em que mais se precisa deles. Os equipamentos estão chegando de diversas partes do Brasil e estão sendo reparados em área da fábrica de caminhões e ônibus em São Bernardo do Campo. “Queremos receber mais, porque temos capacidade para consertar mais respiradores”, afirma Schiemer.

MÁSCARAS E DOAÇÕES



Em uma frente paralela, a Mercedes-Benz se engajou em aumentar a disponibilidade de máscaras para funcionários, familiares, concessionários e pessoas das comunidades onde atua. A empresa vai distribuir a cerca de 40 mil máscaras de pano que foram encomendadas à escola de samba Rosas de Ouro e outras profissionais indicadas pelo Sindicato das Costureiras de em São Bernardo do Campo.

A empresa também adquiriu e vai doar 15 mil protetores faciais de plástico que serão usados por profissionais de saúde que trabalham em hospitais de São Bernardo, Campinas e Juiz de Fora (MG).

“Nós assumimos o compromisso de proteger nossos funcionários com medidas de saúde e segurança nas fábricas e também ajudar a sociedade, salvando vidas. Por meio dessas ações, nossa empresa coloca à disposição suas instalações, recursos e sua força de trabalho voluntária a fim de contribuir em todas as frentes possíveis. Nos comprometemos a ajudar ao próximo e superarmos juntos esse momento extremamente desafiador”, resume Schiemer.



Tags: Mercedes-Benz, respiradores, KTK, Instituto Mauá de Tecnologia, São Bernardo do Campo, Bosch, Toyota, GM, Flex, ABB, responsabilidade social, voluntário, pandemia, coronavírus, Covid-19.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência