Automotive Business
  
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Adiamento da compra do zero-km será só um dos vários efeitos da pandemia

COVID-19 | 06/05/2020 | 20h30

Adiamento da compra do zero-km será só um dos vários efeitos da pandemia

Bright Consulting também prevê queda nos usados puxando para baixo o valor dos novos e locadoras se desfazendo de suas frotas

REDAÇÃO AB



Um dos efeitos decorrentes da pandemia de Covid-19 será o adiamento da compra de automóveis. A segurança necessária para a aquisição de um veículo novo evaporou por causa da descapitalização das famílias e até pela menor necessidade de utilização do automóvel.

A constatação é da Bright Consulting, que adverte para vários outros desdobramentos do confinamento, comércio fechado e fábricas paradas. “Compre agora e pague no ano que vem” tem sido um mote frequente nas ofertas.

Os veículos usados, transformados em caixa para pagar despesas, foram desvalorizados. As montadoras retardaram o reinício das operações e vão trabalhar com os estoques existentes, sem loucuras. Já não se encontram mais exemplos de taxa zero.

PRESSÃO SOBRE OS PREÇOS DO ZERO-QUILÔMETRO


A pressão de preços dos usados vai reverberar nos veículos zero-quilômetro bem no momento em que as montadoras necessitam repassar em torno de 12% de aumento de preço por causa da valorização do dólar, base para commodities e conteúdo importado dos veículos.

Mesmo com a lógica da crise nos direcionando a pensar que os consumidores irão procurar veículos de entrada, a Bright entende que o mercado no Brasil de hoje é completamente diferente daquele de 2013 e 2014. O atual perfil do comprador de SUV e com “dinheiro na mão” deverá prevalecer.

LOCADORAS COMPRARÃO MENOS NOVOS E REPASSARÃO USADOS


As regras de isolamento causaram grande impacto na mobilidade de pessoas, abalando o negócio das locadoras, alavancado pelos serviços de mobilidade sob demanda. A consequência foi a devolução em massa de veículos aos pátios dessas empresas, que irão acelerar as ações de redução de estoque, com consequente queda nos preços dos usados.

REDE DE REVENDAS AMEAÇADA


A consultoria citou estimativa da Fenabrave prevendo que cerca de 30% das concessionárias podem não suportar o mês de maio fechadas. As montadoras e seus bancos vinculados teriam concedido o auxílio possível, que não resolve o problema.

A ajuda do governo na forma de postergação de impostos e oferta de capital de giro deve ser prioridade. Decisões tomadas em abril e implementadas em maio irão separar as empresas que continuam daquelas que ficam pelo caminho.

DESEMPREGO: PROJEÇÃO MANTIDA


A Bright Consulting recorda que o Programa Emergencial de Manutenção de Emprego e Renda (Medida Provisória 936) está permitindo que parte dos empregos seja protegida, com demissões proporcionalmente menores que a redução dos negócios. As dispensas ocorrem agora em maio por toda a cadeia. Assim, a consultoria mantém a previsão de fechamento de cerca de 30 mil vagas divulgada na metade de abril, sendo 10 mil nas montadoras e 20 mil nas fábricas de autopeças.

METAS REGULATÓRIAS


A Bright Consulting espera do governo a flexibilização na qualificação das montadoras às regulações de eficiência energética e segurança do programa Rota 2030 e de emissões PL7 e PL8 do Proconve.

Achatar a curva das metas para evitar aumento de custos em um momento futuro de recuperação do mercado parece ser razoável. A consultoria acredita que postergar obrigações regulatórias por até três anos, como ventilado em abril, traria prejuízos tanto à saúde pública como à economia.

CONSULTORIA MANTÉM PROJEÇÕES


A Bright acredita que as vendas internas no País em 2020 somem 2,15 milhões de unidades, recuando 19% em relação ao ano passado. A produção ficará próxima a 2,2 milhões de veículos, resultando em queda de 21,6%.



Tags: Bright Consulting, pandemia, Covid-19, veículos, zero-quilômetro, usados, concessionárias, locadoras, desemprego, Medida Provisória 936, autopeças.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência