Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias
Fabricantes de implementos mantêm ritmo de produção

COVID-19 | 29/04/2020 | 13h04

Fabricantes de implementos mantêm ritmo de produção

Pedidos feitos antes da crise sustentam as atividades das fábricas, que operam acima dos 60% da capacidade

REDAÇÃO AB

Uma pesquisa feita pela Anfir, associação das fabricantes de implementos rodoviários, indica que 52% das empresas associadas estão operando entre 60% e 100% de sua capacidade produtiva. Segundo a entidade, os pedidos feitos antes da crise causada pela pandemia de coronavírus está sustentando o setor.


“Nossos produtos não são de pronta entrega, mas sim produzidos e entregues dentro de uma programação específica e isso explica a situação”, explica o presidente da Anfir, Norberto Fabris.

Com as primeiras indicações da suspensão da quarentena em alguns municípios, bem como a retomada da produção anunciadas por algumas montadoras mostram que as atividades vão começar a voltar gradativamente, cenário que é positivo para o setor de implementos, mesmo que seja uma retorno com ritmo mais lento.

“São sinais que a atividade econômica nas cidades será retomada. A parada nos negócios não foi por completo porque alguns segmentos continuam em operação por conta da necessidade urgente de distribuição de produtos necessários à população, como alimentos, medicamentos, combustíveis entre outros”, completa Fabris.

Com isso, o executivo e uma parcela dos associados acredita que pode haver sinais de reação do mercado no segundo semestre do ano.

“O nosso ritmo está apenas amortecido e a disposição da nossa gente não foi abalada mesmo com a situação grave que nos foi imposta pela pandemia. É certo que teremos pela frente meses difíceis, mas sabemos que temos força, energia e determinação para superar mais esta crise”, conclui.



Tags: Anfir, indústria, implementos rodoviários, produção, fábricas, Norberto Fabris.

Comentários

  • Marcos

    Prezados,bom dia! Achei um contra-senso esta reportagem, uma vez que em outra de hoje, a Randon anuncia suspensão de contratos e abertura de voluntariado. Acredito que há empresários de médio e pequeno porte que possam ter justificativas, mas a Randon, uma gigante, acho que o Dono está mais preocupado com a fabricação de Queijos do que com os funcionários. Não quer perder nenhum centavo, mesmo que seja em um momento histórico da humanidade! Eita mundo dos negócios!

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência