Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias
VWCO reforça medidas de prevenção ao retomar a produção em Resende

COVID-19 | 28/04/2020 | 20h08

VWCO reforça medidas de prevenção ao retomar a produção em Resende

Fábrica reabriu as portas com 1 mil funcionários de volta ao trabalho

REDAÇÃO AB

A VWCO reforçou as medidas de segurança e distanciamento previstas pelos órgãos de saúde ao retomar a produção de sua fábrica em Resende (RJ) onde são montados caminhões e ônibus. Na segunda-feira, 27, primeiro dia desde a interrupção das operações, 1 mil funcionários voltaram aos seus postos de trabalho, menos de 25% do total de empregados que a empresa possui. Todos foram orientados ao longo de seus trajetos e rotina da fábrica.


“Neste primeiro dia, observamos um grande comprometimento de todos os nossos funcionários com as recomendações de proteção. Montamos uma verdadeira força-tarefa para assegurar que esse momento fosse possível, sem arriscar o que temos de mais precioso, que são nossos profissionais. Vamos monitorar de forma constante essas medidas e adotar qualquer novo procedimento que possa se mostrar necessário”, afirma o presidente e CEO da Volkswagen Caminhões e Ônibus, Roberto Cortes.



Os cuidados se iniciaram antes mesmo do embarque dos empregados nos ônibus fretados que os leva à fábrica. Para entrar no veículo, todos tiveram que colocar máscaras faciais e utilizar álcool em gel, além de ter uma checagem de sua temperatura. Na chegada à fábrica, até mesmo o tradicional café da manhã mudou de formato, sendo substituído por kits de desjejum para evitar compartilhamento de utensílios e aglomerações.

A empresa distribuiu kits de máscaras laváveis e espalhou dezenas de pontos de distribuição de álcool em gel. Os processos de montagem também foram adaptados para preservar a distância mínima de dois metros e todos respeitaram as demarcações no piso durante suas atividades com essa finalidade. Quando isso não é possível pela característica da operação, adotaram também o escudo facial em acrílico e óculos de segurança. Todos os demais equipamentos de proteção individual continuam a ser utilizados.

Durante o almoço, houve horários alternativos e capacidade do restaurante limitada. Ao longo de todo o expediente, a limpeza de máquinas, ferramentas, salas e áreas comuns também foi intensificada. No retorno, os funcionários foram orientados a adotar os mesmos cuidados do trajeto de ida. Segundo a VWCO, na fase de retomada, ao fim de cada dia, um comitê da empresa se reúne para avaliar a eficácia das medidas adotadas e definir novas ações, se forem necessárias.

“Além de garantir empregos para todos os colaboradores, daremos a nossos clientes do Brasil e do exterior a tranquilidade necessária para fechar suas negociações, com a melhor oferta de produtos, peças, acessórios e serviços de assistência técnica. Sabemos que são os pontos fortes e de qualidade das marcas Volkswagen Caminhões e Ônibus e MAN”, explica Cortes.

Em votação recente conduzida pelo sindicato dos metalúrgicos do sul fluminense, os empregados da Volkswagen Caminhões e Ônibus e dos fornecedores do consórcio modular aprovaram a suspensão de contrato de trabalho de parte das equipes de produção e a redução em 25% da jornada para equipes administrativas, medida válida por 60 e 90 dias, respectivamente.



Tags: VWCO, Volkswagen Caminhões e Ônibus, produção, Resende, coronavírus, medidas de prevenção.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência