Automotive Business
  
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Produção do Tracker renova fábrica de São Caetano do Sul
Tracker na linha de produção da GM em São Caetano: investimento e modernização para fazer o novo SUV

Indústria | 09/04/2020 | 21h00

Produção do Tracker renova fábrica de São Caetano do Sul

GM investiu R$ 1,2 bilhão em novos processos e equipamentos para fazer o SUV

PEDRO KUTNEY, AB

O novo Chevrolet Tracker lançado no mês passado renovou não só o portfólio de produtos brasileiros da General Motors, também trouxe mais um renascimento de sua mais antiga fábrica no Brasil, inaugurada em 1930 em São Caetano do Sul (SP). A planta, que já passou por dezenas de modernizações ao longo de seus 85 anos de história, recebeu investimentos de R$ 1,2 bilhão para fazer o SUV compacto que, mais uma vez, provocaram ampla transformação de processos e equipamentos.




O início da produção comercial do Tracker no início de 2020 marcou o fim de um ciclo de investimento da GM no País – de R$ 13 bilhões entre 2015 e 2019 – e promoveu a entrada no século 21 da fábrica de São Caetano, que teve sua capacidade ampliada de 250 mil para 330 mil carros/ano e recebeu muitas novas tecnologias de manufatura da chamada indústria 4.0, que opera com máquinas e processos automatizados e interconectados, onde o ambiente virtual é replicado para o real. Exemplo dessa automação em alta escala são os AGCs (Automated Guided Carts), pequenos carrinhos autônomos que circulam pela planta para abastecer de forma a linha de montagem – os pedidos internos de peças são feitos automaticamente e os AGCs fazem a distribuição no tempo certo e localização precisa.

Dessa forma o projeto do novo Tracker acabou beneficiando com processos mais modernos e eficientes a produção dos outros modelos que continuam a ser produzidos em São Caetano: Spin, Montana e as versões antigas do Onix agora chamadas de Joy e Joy Plus (sedã). Todos são fabricados na mesma linha, que levou mais de um ano para ser completamente renovada.

A fábrica de São Caetano tem pouco mais de 9 mil empregados – segundo o sindicato local, pois a GM não informa o número de trabalhadores em cada planta. No início deste ano a unidade do ABC paulista abriu a contratação de 350 novos funcionários – também de acordo com o sindicato –, mas como tinha aberto plano de demissão voluntária alguns meses antes para reduzir custos salariais, é possível concluir que a produção do novo Tracker não agregou mais trabalhadores à linha.

Para atingir o objetivo de liderar o segmento de SUVs no País, o plano era produzir algo como 6 mil Tracker por mês em São Caetano, o que exigiu tornar a planta mais produtiva e adotar processos mais modernos para introdução de novas tecnologias que o carro tem. Mas isso estava previsto nas condições anteriores do mercado brasileiro, que atualmente está parado por causa das medidas de isolamento social para conter a pandemia de coronavírus, e depois da crise deve voltar menor.

O SUV foi lançado exatamente no começo da quarentena, por isso ainda não há como medir se seu desempenho comercial de fato trará aumento de atividade na fábrica. É provável que os planos de liderança tenham de ser adiados – assim como novo programa de investimento de R$ 10 bilhões de 2020 a 2024, que conforme a GM já antecipou será postergado para mais adiante, a depender do tamanho da crise.

NOVOS PROCESSOS E EQUIPAMENTOS EM SÃO CAETANO



A GM divulgou alguns dos diversos processos e equipamentos que foram adicionados à fábrica de São Caetano com a chega do novo Tracker à linha de produção:

CHAPARIA E FUNILARIA (SOLDA DE CARROCERIAS)

• Internação do processo de cortes de chapas com nova máquina. Linha 100% automatizada com baixo ruído, maior índice de repetibilidade, qualidade e capacidade de resposta

• Nível de automação do processo de funilaria (soldagem das partes da carroceria) subiu para 92%, garantindo maior repetibilidade, qualidade e produtividade

• Novo processo de solda plasma (a laser), que evita deformidades na chapa. Essa soldagem é usada no teto do novo Tracker, dispensando a parte plástica que une teto à porta do carro, tornando o design mais limpo e bonito

• Novas células de medição on-line, para análise dimensional de 100% das carrocerias


PINTURA

• Novo robô de aplicação de tinta interna. Com isso, o processo de pintura agora é 100% automatizado

• Sistema automatizado de pintura de para-choques, com filtragem de ar a seco, que trouxe redução do consumo de água, maior produtividade e qualidade

• Modificação da estufa de pintura, de elétrica para gás, para reduzir consumo de energia elétrica e baixar custo


Novo Tracker na linha de montagem final de São Caetano: mais automação

MONTAGEM FINAL

• Treinamento para empregados com tecnologia de realidade aumentada

• Novas células de injeção plástica com corte e flambagem com ganhos de qualidade e produtividade, garantindo melhor na ergonomia aos operadores e repetibilidade dos processos

• AGC’s (Automatic Guided Carts) na linha de produção para movimentação de peças no processo produtivo, trazendo mais segurança e produtividade

• Novo sistema de movimentação de carrocerias, que se ajusta automaticamente à operação, variando a altura para melhor ergonomia do operador

• Novas apertadeiras eletrônicas

• Robôs para aplicação de cola e montagem de vidros na carroceria

• Novo sistema automatizado de sequenciamento de pneus, desde a chegada do caminhão até a linha de montagem (o pneu certo, na hora certa, já montado na roda)

• Rebocador autônomo, que traz melhoria em segurança e produtividade


Foram instalados novos robôs para aplicar cola e fixar vidros na carroceria

ESTOQUE

• Novo sistema de controle de estoque on-line

• Novos manipuladores para o Centro de Materiais que trouxeram melhorias na ergonomia do processo de estocagem

• Rebocadores elétricos, que trouxeram melhoria na segurança e produtividade e redução de impactos ambientais

PROJETO GLOBAL COM PEDAÇO BRASILEIRO



O Tracker é parte do projeto global da GM para carros destinados a mercados emergentes, montado sobre a plataforma GEM (sigla para Global Emerging Markets), sobre a qual também são construídos os novos Onix e Onix Plus produzidos no Brasil em Gravataí (RS) desde o meio do ano passado. O projeto é liderado pelo maior dos mercados emergentes, a China, onde começaram a ser fabricados os modelos da plataforma GEM.

Com a supervisão do centro de desenvolvimento global de produtos da GM nos Estados Unidos, da empresa conta com o protagonismo também do time de designers e engenheiros brasileiros. Embora boa parte da engenharia da GM no Brasil tenha sido transferida para a China nos últimos anos, muitos engenheiros e designers brasileiros participam dos projetos da nova família de veículos, em função da larga experiência no desenvolvimento de carros compactos. No caso do Tracker, segundo a GM o carro foi desenvolvido em quatro anos e envolveu cerca de 1,8 mil especialistas de 14 nacionalidades que trabalham nos modelos da plataforma GEM em diversas instalações da GM no mundo, incluindo o Campo de Provas da Cruz Alta, em Indaiatuba (SP), o maior do Hemisfério Sul.

Foi no Campo de Cruz Alta que a GM desenvolveu a dinâmica veicular e calibrou o funcionamento das novas tecnologias introduzidas na nova família GEM, incluindo novos Tracker, Onix e Onix Plus, ao todo percorreram na região mais de 1 milhão de quilômetros em testes, segundo a empresa.

“O maior desafio foi maximizar a eficiência energética dos veículos sem comprometer a performance”, conta Ricardo Fanucchi, diretor de engenharia da GM América do Sul. Nesse sentido, a plataforma GEM também trouxe uma nova família de motores de três cilindros ao Brasil, nas versões 1.0 aspirado de 82 cv, 1.0 turbo de 116 cv e 1.2 turbo de 133 cv (os dois primeiros usados no novo Onix e os dois últimos usados no novo Tracker). Todos são produzidos desde o ano passado na fábrica da GM em Joinville (SC) que recebeu R$ 1,9 bilhão em investimentos para fazer os novos propulsores.

O novo Tracker nasceu com índice de nacionalização que varia de 60% a 70% – segundo estimativa de Automotive Business, pois a GM não divulga o porcentual exato nem o número de fornecedores nacionais do modelo, apenas afirma que o projeto está em fase inicial no Brasil e esse número pode variar nos próximos meses. O Tracker também trouxe alguns novos fornecedores à cadeia de suprimentos da GM no País, mas segundo a fabricante não foi necessário fazer nenhum trabalho de desenvolvimento específico ou fora do padrão.



Tags: GM, General Motors, Chevrolet Tracker, SUV, São Caetano do Sul, fábrica, indústria, investimento.

Comentários

  • MarcosSantana

    Parabénsa GM do Brasil e seus empregados pelo lançamento e por acreditar e investir no ABC Paulista.

  • AldairJose Pin

    Boatarde, já fiz o pedido de uma Tracker PCD. Gostaria de saber qual a previsão de retomada da produção da fabrica e se tem um prazo de entrega do carro. Atc. Aldair Jose Pin ,

  • EdivaldoBispo Ferreira

    Boanoite Gostaria de maiores informações sobre um pedido p compra que fiz no dia 22/04 Existe alguma previsão concreta?

  • Leandro

    Gostariade saber se a Tracker PCD vai continuar sendo produzida como a de lançamento, pois vcs estão de parabéns eu ia comprar um T-cross e mudei de ideia após conhecer a TRACKER só espero que continuem com o mesmo procedimento de lançamento e não deixem o carro mais pobre

  • DarcioAntonio Teixeira

    Gostariade saber se ha previsão de entrega do novo Tracker ( PCD)? Meu pedido foi gerado no sistema no dia 20_04_20. Desde Já agradeço.

  • JulianaCeciliato

    Estouansiosa para receber minha Tracker !!! Espero q td volte ao normal o mais breve possível !!! Gde abraço !!!

  • Euricede Moraes

    fisuma encomenda de um traker pcd em 09/04/2020 queria saber o prazo de entrega sem e parabes pelo produto adorei

  • ÁureaCunha

    Boanoite Gostaria de saber se já voltou a produção do novo Tracker pcd.

  • FabioRoberto da Silva

    Fizo pedido de um GM Tracker PCD em 22/04, gostaria de saber a previsao de entrega, ja que vendi o outro veiculo e estou sem carro no momento, o que esta causando transtornos na minha locomoção. Agradeço atençao

  • Mateus

    Olá!!Gostaria de saber se tem alguma previsão para a retomada da fábrica em São Caetano do Sul?? Fiz um pedido de uma tracker. Fico no aguardo. Ela ficou perfeita parabéns l!!!

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência