Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias
Exportação de veículos acumula queda de 15% no trimestre

Indústria | 06/04/2020 | 17h10

Exportação de veículos acumula queda de 15% no trimestre

Perspectiva de comércio externo já era ruim por causa da crise argentina e piorou com medidas contra o coronavírus

MÁRIO CURCIO, AB

A exportação de veículos também sofreu reflexos da Covid-19 em março. O mês teve 30,8 mil embarques na soma de automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus. O número foi 18,3% menor que o de fevereiro e 21,1% mais baixo que o de março de 2019. No acumulado do ano as exportações totalizaram 89 mil unidades, 14,9% a menos que no primeiro trimestre do ano passado.

A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) já sinalizava em janeiro a perspectiva de queda de 11% nos embarques anuais por causa da retração de vendas no país vizinho. Os efeitos do coronavírus vão aprofundar ainda mais essa retração.

"Já tínhamos muita dificuldade com a Argentina e agora parou. Os mercados de todos os países na América do Sul também estão parados”, recorda o presidente da Anfavea, Luiz Carlos Moraes.

“Devemos receber alterações de volumes de pedidos importantes nos próximos dias. A queda nas exportações será ainda pior do que esperávamos", lamenta o executivo.



Em 2019 as exportações já foram ruins ao somar 428,2 mil unidades (31,9% abaixo de 2018) e a estimativa inicial para 2020 ano era de 381 mil veículos. A Anfavea evitou soltar novas projeções porque não se sabe ainda por quanto tempo a indústria e o mercado serão afetados pela pandemia, nem no mercado interno, nem nos principais parceiros comerciais.

A queda nas exportações em março em relação a fevereiro foi determinada pelos veículos leves (29,5 mil unidades, -18,8%) e também pelos ônibus (307 unidades, -29,6%).

Os caminhões somaram 969 mil embarques em março, 8% a mais que em fevereiro, e ainda acumulam alta de 9,5% no trimestre. O crescimento se apoiou nos modelos pesados.

EXPORTAÇÃO EM VALORES ACUMULA 21,1% DE QUEDA


No mês de março a indústria exportou US$ 709,9 milhões em veículos. O total revela queda de 1,5% na comparação com fevereiro. O confronto com março de 2019 mostra recuo de 16,6%.

“O acumulado do ano resulta em queda de 21,1% em relação ao primeiro trimestre de 2019, quando já enfrentávamos uma crise no comércio externo”, recorda Moraes.



- Faça aqui o download dos dados da Anfavea
- Veja outras estatísticas em AB Inteligência





Tags: Exportação, Anfavea, Luiz Carlos Moraes, coronavírus, Covid-19, pandemia, automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência