Automotive Business
  
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Fábrica de catalisadores da Basf faz 20 anos em Indaiatuba
Fábrica foi erguida pela Engelhard em 2000 e adquirida pela Basf em 2006. Opera em 3 turnos e gera 150 empregos

Indústria | 12/03/2020 | 18h25

Fábrica de catalisadores da Basf faz 20 anos em Indaiatuba

Unidade produziu 20 milhões de componentes para equipar carros, motos, comerciais leves e pesados

MÁRIO CURCIO, AB | De Indaiatuba (SP)

A fábrica de catalisadores da Basf em Indaiatuba (SP) está comemorando 20 anos. A produção da unidade soma 20 milhões de itens nessas duas décadas. Ali são feitos catalisadores para automóveis, comerciais leves, motos e veículos pesados. A fábrica foi erguida no ano 2000 pela Engelhard. Seis anos mais tarde ocorreu a aquisição pela Basf. A unidade tem 100 colaboradores próprios e outros 50 contratados. Opera atualmente em três turnos e ocupa uma área de 24 mil metros quadrados.

“Aqui temos condições de desenvolver peças específicas para cada cliente”, afirma o gerente sênior de operações da unidade, Antônio Carlos Cipolli.



Em 2009 a fábrica iniciou a produção de catalisadores para motos e em 2011, para veículos pesados a diesel. Nos últimos oito anos, a unidade recebeu € 15 milhões em investimentos.

Em atualizações recentes foram aplicados robôs colaborativos na linha de produção e também processos da indústria 4.0 que permitem total rastreabilidade dos componentes.

COMO SÃO PRODUZIDOS OS CATALISADORES


Em regra, os catalisadores são formados por uma carcaça metálica protetora e uma colmeia que pode ser de metal (para as motos) ou de material cerâmico (para a maioria dos automóveis, comerciais leves e veículos pesados). Essas colmeias são importadas pela Basf de diferentes fornecedores.

O trabalho feito pela Basf é impregnar essas colmeias com uma solução composta por metais nobres como platina, paládio e ródio. Feito isso, as peças passam por processos de secagem (entre 180o e 280o Célsius) e calcinação (de 480o a 680o C). “É nessa última etapa que a solução se fixa na colmeia”, recorda Cipolli.


A fábrica produz catalisadores para carros, motos, comerciais leves e veículos pesados. Imagem à direita mostra duas colmeias para catalisador de moto. A mais clara está impregnada com o banho de metais nobres da Basf

As peças impregnadas com os elementos químicos são enviadas para os fabricantes de sistemas de escape, que envolvem a colmeia com uma cobertura metálica.

Com o motor em funcionamento, o catalisador transforma poluentes como monóxido de carbono, óxido de nitrogênio e hidrocarbonetos em água, gás carbônico e nitrogênio.

Segundo a Basf, com os catalisadores produzidos em Indaiatuba nestes 20 anos, 38 milhões de toneladas de poluentes deixaram de ser lançadas no ar por veículos vendidos no Brasil e países vizinhos.



Tags: Basf, catalisadores, Antônio Carlos Cipolli, carros, comerciais leves, motos, veículos pesados.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência