Automotive Business
  
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Venda de máquinas agrícolas e rodoviárias cresce em fevereiro

Mercado | 06/03/2020 | 19h50

Venda de máquinas agrícolas e rodoviárias cresce em fevereiro

Anfavea se mostra mais otimista com aumento da oferta de crédito para o setor

MÁRIO CURCIO, AB

A venda de máquinas agrícolas e rodoviárias em fevereiro somou 2,8 mil unidades, registrando alta de 13% sobre janeiro. O acumulado do ano teve 5,3 mil máquinas repassadas às concessionárias, número 3,8% mais baixo que o de iguais meses de 2019. Os dados foram divulgados pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).

A pequena queda no bimestre ocorre porque a base de comparação é alta, já que as 5,5 mil unidades negociadas em iguais meses do ano passado foram quase 40% maiores que em 2018.

“Fevereiro de 2020 teve um bom crescimento. Este ano, com crédito favorável e taxas mais atrativas, o mercado começa a reagir”, afirma o vice-presidente da Anfavea, Alfredo Miguel Neto.



O executivo citou novas linhas do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e também do Banco do Brasil. A venda de tratores de rodas somou no bimestre 3,7 mil unidades, volume 5,3% menor pela comparação interanual, mas a separação por faixa de potência mostra que os modelos intermediários, de 81 a 130 cv, anotaram crescimento de 49,8%.

OBRAS DE INFRAESTRUTURA PUXAM MÁQUINAS DE CONSTRUÇÃO


O bimestre foi marcado pela alta na venda de equipamentos de construção por causa da retomada de obras de infraestrutura. As 599 retroescavadeiras entregues no período anotaram crescimento de 54,4% sobre o primeiro bimestre de 2019. Os tratores de esteiras tiveram aumento ainda mais expressivo, próximo a 140%, mas com pequeno volume total (212 unidades).

EXPORTAÇÕES PERMANECEM EM QUEDA


Neste primeiro bimestre as associadas à Anfavea exportaram menos de 1,4 mil máquinas. O volume foi 13,2% menor que o anotado em iguais meses de 2019. A queda foi puxada sobretudo pelos tratores de esteiras (302 unidades no bimestre e recuo de 46,1%).

“Houve menor número de embarques desse tipo de máquina para os Estados Unidos, é verdade, mas cresceram as vendas de retroescavadeiras para Peru e Colômbia”, recorda Miguel Neto.



A queda nas exportações foi atenuada pelos 740 tratores de rodas embarcados no bimestre (alta de 32,6%), mas o volume total de máquinas enviado ao exterior ainda é pequeno por causa da crise argentina.

Como consequência, a produção total de máquinas no período somou 6,1 mil unidades, 4,3% a menos que em iguais meses de 2019. A projeção da Anfavea indica 56 mil máquinas fabricadas no País em 2020 e pequena alta de 5,4% sobre 2019.



- Faça aqui o download dos dados da Anfavea
- Veja outras estatísticas em AB Inteligência





Tags: Máquinas agrícolas, máquinas rodoviárias, tratores, tratores de esteiras, colheitadeiras, retroescavadeiras, exportação, produção.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência