Automotive Business
  
Siga-nos em:

Notícias

Ver todas as notícias
Produção de veículos tem o pior janeiro desde 2017

Indústria | 06/02/2020 | 16h24

Produção de veículos tem o pior janeiro desde 2017

Com exportações em baixa, volume saído das fábricas encolheu 3,9% no primeiro mês do ano

GIOVANNA RIATO, AB

O ano começou negativo para a produção de veículos. Em janeiro foram fabricados no Brasil 191,3 mil automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus, volume 3,9% inferior ao do mesmo mês de 2019. O resultado foi divulgado pela Anfavea, associação que representa as montadoras instaladas no Brasil.

A entidade confirma que este é o pior resultado para janeiro desde 2017, quando a indústria automotiva nacional ainda iniciava a sua jornada de recuperação da pior crise da sua história. Na comparação com o resultado de dezembro de 2019, no entanto, o resultado é positivo em 12,2%, já que o último mês do ano é tipicamente um período de desaceleração e férias coletivas nas fábricas automotivas.

“Este ano começamos com um resultado melhor para o segmento de caminhões”, conta Luiz Carlos Moraes, presidente da organização.

Enquanto a produção de veículos leves encolheu 4%, para 182,7 mil unidades, a de caminhões avançou 5,3% e somou 7,1 mil veículos. Já o segmento de ônibus teve contração mais severa, de 25,1%, para 1,4 mil chassis.

Moraes espera que a indústria automotiva compense nos próximos meses a queda registrada em janeiro e alcance resultado positivo em 2020. A Anfavea projeta que a produção acelere 7,3% na comparação com 2019 e some 3,16 milhões de veículos até o fim do ano.

EXPORTAÇÕES PUXAM RESULTADO PARA BAIXO


Pela análise da Anfavea, há boas condições para o crescimento. “Estamos com os estoques em níveis normais”, lembra, citando os 273,5 mil veículos armazenados entre os pátios das fábricas e a rede de concessionárias, o que equivale a 43 dias de vendas.

O principal obstáculo à expansão da produção está nas exportações, que largaram 2020 em queda de 20% na comparação com janeiro do ano passado e, portanto, contribuíram para o resultado negativo. Já para o mercado interno, a entidade sustenta expectativa positiva para o mercado interno, com crescimento previsto de 9,4% para 2020, alcançando a marca de 3,05 milhões de unidades.



- Faça aqui o download dos dados da Anfavea
- Faça aqui o download das projeções da Anfavea
- Veja outras estatísticas em AB Inteligência





Tags: produção de veículos, indústria, setor automotivo, Anfavea, Luiz Carlos Moraes.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência