Automotive Business
  
ABLive

Notícias

Ver todas as notícias
Fiat põe fim à Weekend, última perua brasileira
As últimas versões Atractive (esq.) e Adventure da Weekend produzidas na linha 3 da fábrica da Fiat em Betim

Indústria | 27/01/2020 | 17h32

Fiat põe fim à Weekend, última perua brasileira

Produção da station wagon é encerrada em Betim após 23 anos e 530 mil unidades vendidas

REDAÇÃO AB

Após 23 anos e 530 mil unidades vendidas, a FCA (Fiat Chrysler Automobiles) colocou fim à produção da última perua brasileira, a Weekend, que nasceu no início de 1997 como Palio Weekend, primeira derivação da plataforma do hatch Palio, lançado um ano antes. A fabricante informa que na segunda-feira, 27, foi produzida no Polo Automotivo Fiat, em Betim (MG), a última unidade da station wagon (como brasileiros envergonhados do português começaram a chamar as peruas por aqui no fim dos anos 1990).

Com seu espaçoso porta-malas de 460 litros, o maior entre de sua categoria, a Weekend fez sucesso entre os brasileiros e em quatro meses de vendas chegou à liderança do segmento, numa época em que não existiam SUVs compactos nem médios e as peruas derivadas dos hatches pequenos tinham bastante relevância no mercado nacional – mais ainda depois da invenção da categoria de “carros aventureiros” com o lançamento, em 1999, da versão Adventure da Weekend, com suspensão mais elevada e maquiagem de fora-de-estrada.

Com a concorrência dos utilitários esportivos lançados aos montes em todos os tamanhos nos últimos anos, o interesse pelas stations wagons foi minguando até praticamente desaparecer. O segmento de peruas compactas no Brasil morre junto com a Fiat Weekend. No ano passado, foram vendidas apenas 3.185 unidades do modelo, que liderou sua categoria moribunda, dividida apenas com a Volkswagen SpaceFox (1.749 emplacamentos em 2019) – que também já deixou de ser importada da Argentina, onde a produção deve ser encerrada este ano.

Desenvolvida no Brasil, a Weekend também contribuiu com o comércio exterior brasileiro. Algumas milhares de unidades da perua produzida em Betim foram exportadas. Além dos tradicionais mercados sul-americanos, especialmente à Argentina, no início dos anos 2000 o modelo equipado com motor 1.9 diesel seguiu para a Europa, onde foi vendido em países como Itália, Áutria, Espanha e Suíça.

Renovada pela última vez em 2012, a Weekend ainda conservava a “cara” do Palio, que teve a produção encerrada em 2017. Terminou sua história vendida em apenas duas versões, a mais simples Atracttive 1.4 e a configuração aventureira Adventure 1.8, com “inacreditáveis” preços anunciados iniciais de R$ 68 mil e R$ 85,6 mil.

“A Weekend teve um papel muito importante para a Fiat, liderando o segmento durante quase toda sua trajetória comercial”, afirmou em nota Herlander Zola, diretor de operações comerciais da Fiat no Brasil. “Nos mantivemos sempre atentos ao que o consumidor procura, por isso entramos em uma fase acelerada de mudança na Fiat. Para atender ao desejo do cliente brasileiro, está previsto o início da produção de três novos modelos a partir de 2020. Dois deles vão colocar a nossa marca no segmento de SUVs”, justificou o executivo.

HISTÓRIA DA FIAT WEEKEND




Weekend Adventure: sucesso imediato até o lançamento dos SUVs compactos

1997 - Lançamento da perua Palio Weekend.

1999 - Lançamento da versão Adventure, com suspensão elevada e caracterização offroad. Sem a concorrência dos SUVs atuais, o sucesso foi imediato e a Fiat estendeu o nome Adventure para versões de Idea, Doblò e Strada.

2001 - Nova Weekend com desenho do estilista italiano Giorgetto Giugiaro, que redesenhou toda a família Palio.

2004 - Nova alteração de design, principalmente na traseira, também promovida por Giorgetto Giugiaro.

2008 - Em mais uma reestilização, a versão Adventure incorpora o sistema Locker, tornando a Fiat a primeira fabricante no mundo a lançar um veículo de tração dianteira 4x2 com bloqueio de diferencial, para aumentar a capacidade de tração em terrenos mais difíceis – mais uma invenção brasileira, como foi o “carro aventureiro” em si, para contornar a baixa renda dos consumidores que não podem pagar por um SUV 4x4 mas querem um carro parecido com um.

2008 - Apresentação do Palio Weekend Elétrico, desenvolvido com a hidrelétrica Itaipu Binacional. O motor tinha potência de 15 Kw (20 cv) e torque de 50 Nm (5,1 Kgm). Alimentado por uma bateria de níquel, situada no fundo do porta-malas, garantia autonomia de 120 Km.

2012 - O modelo passa por sua última modificação de estilo.

2015 - A perua passou a ser identificada apenas pelo nome Weekend.



Tags: FCA Fiat Chrysler, Fiat Palio Weekend, perua, station wagon, Polo Automotivo Fiat Betim, produção, indústria.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência