Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Argentina avança com seu Plano 2030 para o setor automotivo
Membros da direção da Adefa em encontro com o novo ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação da Argentina, Roberto Salvarezza (segundo à esquerda da mesa e de frente para o presidente da entidade dos fabricantes, Gabriel López)

Indústria | 21/01/2020 | 20h30

Argentina avança com seu Plano 2030 para o setor automotivo

Programa de estímulo está sendo discutido entre governo e representantes de fabricantes de veículos, autopeças e trabalhadores

PEDRO KUTNEY, AB

A exemplo do que aconteceu no Brasil com a aprovação, em 2018, do Rota 2030, a cadeia automotiva instalada na Argentina negocia com o governo a adoção do Plano Estratégico da Indústria Automotiva 2030, um programa para estimular o setor no país, com objetivo de adotar medidas para elevar a produção, exportação e competitividade de montadoras e autopeças.

Após 11 meses de negociações, o projeto foi apresentado em um seminário realizado em dezembro passado com a presença do novo presidente argentino, Alberto Fernandez, além ministros do governo, governadores, sindicalistas e representantes das montadoras e autopeças. Naquele primeiro encontro, Fernandez demonstrou seu total apoio à iniciativa do setor.

Após dois anos de crise econômica intensa que derrubou a produção dos fabricantes de veículos para menos da metade do que já foi no início da década passada, o setor demanda que a indústria automotiva seja considerada “estratégica” para o país, para que possa receber os estímulos necessários para garantir seu crescimento sustentável nos próximos anos.

Nesse sentido, os membros da cadeia de valor do setor (incluindo representantes das empresas e dos trabalhadores) negociaram o “Acordo Social e Produtivo do Setor Automotor Argentino”, já apresentado ao governo que tomou posse há apenas três meses, que servirá de base para a elaboração de um projeto de lei encaminhado ao congresso, com medidas para guiar e incentivar o desenvolvimento do setor automotivo como polo de exportação e atrair novos investimentos.

OBJETIVOS AMBICIOSOS



Segundo dados apresentados pela Adefa, associação que reúne os 12 fabricantes de veículos instalados na Argentina, a indústria automotiva é o setor industrial que mais recebeu investimentos nos últimos quatro anos (2017-2020), no total de US$ 5 bilhões no período. Entre os ambiciosos objetivos do Plano Estratégico 2030, está a ampliação desses aportes para US$ 22 bilhões na próxima década (boa parte poderá vir das matrizes regionais instaladas no Brasil), para quadruplicar a produção dos 314 mil veículos em 2019 para 1,8 milhão até 2030 e gerar exportações de US$ 46 bilhões. Isso, conforme calcula a Adefa, permitiria empregar 1,3 milhão de argentinos nas fábricas de veículos e componentes, o dobro do nível de emprego atual do segmento (650 mil empregados diretos e indiretos), e também dobraria a participação do setor no PIB industrial da Argentina, dos atuais 6,6% para 14%.

Em um novo passo no sentido de aprovar um marco regulatório para incentivar o desenvolvimento tecnológico do segmento, na terça-feira, 21, membros da direção da associação dos fabricantes de veículos, a Adefa, tiveram uma reunião com Roberto Salvarezza, o novo ministro argentino da Ciência, Tecnologia e Inovação. No encontro, os representantes da indústria apresentaram os principais temas da agenda do Plano Estratégico 2030.

“Neste momento de disrupção total que atravessa a indústria automotiva em todo o mundo, entendemos que podemos posicionar o país como um forte polo de transformação tecnológica e ser uma referência regional”, disse Gabriel López, presidente da Adefa.



O ministro concorda com a posição dos fabricantes e garantiu que o governo vai apoiar com recursos os projetos de desenvolvimento e inovação tecnológica do setor.

“Temos recursos e muita capacidade. Para isso devemos trabalhar em conjunto para saber quais são os nichos que podemos desenvolver localmente”, disse Roberto Salvarezza.





Tags: Argentina, indústria automotiva, Rota 2030, Plano Estratégico da Indústria Automotiva 2030, incentivos, estímulos, desenvolvimento, investimento, Adefa.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência