Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Autopeças vão faturar R$ 144,1 bi este ano

Indústria | 09/12/2019 | 19h23

Autopeças vão faturar R$ 144,1 bi este ano

Novo cálculo do Sindipeças prevê número 40% superior ao antigo; para 2020 serão R$ 148,5 bilhões

REDAÇÃO AB

O Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores (Sindipeças) revisou de R$ 102,5 bilhões para R$ 144,1 bilhões a estimativa de faturamento do setor de autopeças para este ano. O novo valor é 5,1% mais alto que o de 2018 e 40% superior ao calculado anteriormente. Também pelo estudo atual, o faturamento para 2020 será de R$ 148,5 bilhões, alta de 3%.

O novo valor se deve à revisão da série histórica de estimativas de faturamento a partir de uma nova metodologia, que passa a incluir estatísticas oficiais como dados da Pesquisa Industrial Anual (PIA), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e da Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE). Embora não sejam originalmente do setor, os dados estão diretamente relacionados a ele.

Até 2018, o cálculo do faturamento anual levava em conta o resultado de pesquisa feita com empresas associadas. Os novos dados passam a empregar também indicadores da Relação Anual de Informações Sociais (Rais), do Ministério da Economia.

“Com isso, os dados de anos anteriores foram recalculados em razão da alteração dos números”, explica George Rugitsky, conselheiro do Sindipeças responsável pela área de Economia.

Segundo o Sindipeças, as montadoras fecharão 2019 com 65,3% de participação no faturamento das autopeças instaladas no Brasil e esse porcentual subirá para 66% em 2020. As exportações devem terminar 2019 com 11,6%. Para 2020 essa fatia cairá para 10,5%. O segmento de reposição terminará o ano com 18,7% e a projeção para 2020 é muito próxima a isso, 18,9%.

Ainda de acordo com o Sindipeças, o setor fechará 2019 com 254,3 mil postos de trabalho, 1,2% abaixo do ano passado. Para 2020 a entidade estima 248 mil trabalhadores no setor, queda de 2,5%.



Tags: Autopeças, Sidipeças, IBGE, CNAE, Rais, George Rugitsky.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência