Automotive Business
  
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
 Nissan crescerá até 15% em 2020
Com a chegada do Versa mexicano (foto) na metade de 2020, modelo brasileiro trocará o nome para V-Drive

Mercado | 25/11/2019 | 23h55

Nissan crescerá até 15% em 2020

Montadora conta com recuperação do mercado e chegada do novo sedã Versa feito no México

MÁRIO CURCIO, AB

A Nissan pretende crescer entre 10% e 15% em 2020. A expectativa foi divulgada pelo presidente da montadora no Brasil, Marco Silva. O executivo acredita no aumento das vendas por causa da recuperação do mercado e da chegada do novo Versa, que vem do México e começa a ser vendido no País na metade de 2020.

“O carro chegará ao Brasil entre junho e julho”, afirma o presidente da montadora.



O Versa montado em Resende (RJ) vem perdendo mercado porque mudou muito pouco desde que foi nacionalizado, em 2015. De janeiro a outubro de 2019 teve 17,8 mil unidades emplacadas, 22% a menos que em iguais meses do ano passado. Esse carro continuará à venda com o nome V-Drive e terá menos versões.

Marco Silva diz também que até o fim de 2020 o utilitário esportivo Nissan Kicks passará por modificações em seu desenho. Este é o principal produto da montadora por aqui. Teve 45 mil unidades emplacadas de janeiro a outubro, 17,2% a mais pela comparação interanual. É o quarto SUV mais vendido do Brasil.

As vendas da Frontier também cresceram: 6,7 mil unidades nestes dez meses e alta de 32,7%. A picape tem preço inicial de quase R$ 140 mil, mas superou os emplacamentos do March, que parte de R$ 51.490. O hatch registrou só 5,7 mil licenciamentos em dez meses, uma queda de 45% em relação ao mesmo período de 2018.



Tags: Nissan, Versa, Marco Silva, Kicks, Frontier, March.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência