Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Trabalho | 29/10/2019 | 18h19

Mercedes e sindicato fecham acordo que preserva 500 empregos em fábrica de São Bernardo do Campo

Unidade que vai voltar a montar o pesado Actros poderá absorver trabalhadores de Juiz de Fora (MG)

REDAÇÃO AB

Um acordo firmado entre a Mercedes-Benz e o sindicato dos metalúrgicos de São Bernardo do Campo (SP) prevê a manutenção de mais de 500 empregos na fábrica paulista. A decisão foi comunicada em assembleia com os três turnos da unidade na última sexta-feira, 25, mas divulgada somente na terça-feira, 29, pela representação dos trabalhadores.

O acordo se refere a um grupo de metalúrgicos – mais de 500 – das áreas de estamparia, ferramentaria ligada à estamparia, oficina mecânica e da terceirização de componentes de eixos e motores. Em junho deste ano, a Mercedes-Benz havia anunciado o fechamento dessas áreas na fábrica de São Bernardo, com isso, o sindicato chegou a promover uma greve geral no dia 14 daquele mês e depois entrou com um pedido de negociação junto à montadora para manter os empregos.

“Foi um intenso processo de mobilização, negociação e de debates no chão de fábrica para construir o acordo que garante 100% dos trabalhadores dessas áreas com realocações internas”, afirma o coordenador da representação na Mercedes, Ângelo Máximo de Oliveira Pinho.

A planta de São Bernardo passará a ser o produtor mundial dos motores 460 e 457 e o que antes era produzido em outras plantas será feito na unidade paulista, incluindo novas atividades de desenvolvimento e engenharia desses motores. A fábrica também continuará recebendo investimentos para adequar os setores com a vinda de novos componentes para a montagem final da nova geração dos caminhões Actros, como a camisa, manga e semieixo do modelo Euro 6. O caminhão, apresentado ao público durante a Fenatran, começa a ser produzido na planta a partir de 2020.

Segundo os planos da Mercedes, o modelo atual do Actros, que é feito na fábrica de Juiz de Fora (MG), continuará sendo feito em paralelo ao novo até o fim do ano que vem.

O acordo em São Bernardo contempla ainda que os trabalhadores de Juiz de Fora que tiverem interesse em ser transferidos para São Bernardo terão prioridade na contratação conforme a abertura de novas vagas.

“Isso garante a realocação de todos os trabalhadores nesses setores, além de trazer a possibilidade de abertura de novas vagas para o ano que vem”, completa o coordenador.



Tags: Mercedes-Benz, acordo, sindicato, emprego, fábrica, São Bernardo do Campo, Juiz de Fora.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência