Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
PSA cresce 90% em vendas de utilitários leves sem nenhum modelo nacional
Pablo Averame no estande da Peugeot e Citroën na Fenatran: lançamento dos serviços conectados Free2Move no Brasil começa por telemetria para frotistas

Mercado | 25/10/2019 | 20h03

PSA cresce 90% em vendas de utilitários leves sem nenhum modelo nacional

Peugeot e Citroën já têm 12% de participação no segmento de furgões e vans

PEDRO KUTNEY, AB



Mesmo sem nenhum modelo produzido no Brasil, o Grupo PSA está avançando rápido no mercado local de veículos utilitários leves (VUL), com estratégia de lançamentos que começou há dois anos e se consolidou semana passada na última Fenatran, onde foram expostos versões de carga e passageiros de três Peugeot e outros três Citroën. As vendas de todos eles juntos cresceram quase 90% este ano na comparação com o período janeiro-setembro de 2018, somando cerca de 5 mil unidades em nove meses, o suficiente para dominar 12% do segmento de vans e furgões no País, contra menos de 5% um ano antes.

A ofensiva de utilitários leves da PSA no mercado brasileiro foi completada no mês passado com a chegada das Peugeot Boxer e Citroën Jumper para 15 até passageiros, já importadas da França em versões de carga desde o fim de 2018, que se juntaram aos furgões médios Peugeot Expert e Citroën Jumpy montados em linha alugada da Nordex no Uruguai desde 2017 – e configurados para até 10 passageiros na fábrica do grupo em Porto Real (RJ). Já faziam parte do portfólio as antigas furgonetas Peugeot Partner e Citroën Berlingo produzidas na Argentina.

“Agora temos uma oferta completa para continuar crescendo. Queremos chegar à mesma participação de 25% que temos na Europa, onde o Grupo PSA lidera o mercado de utilitários leves”, afirmou Pablo Averame.



Vice-presidente de produto, marketing, mobilidade e serviços conectados do Grupo PSA América Latina, o executivo diz que mais novidades devem ser agregadas ao portfólio VUL da empresa na região, incluindo nacionalização de produtos se os volumes justificarem o investimento, como por exemplo a montagem local da próxima geração das vans de grande porte Boxer e Jumper, hoje importadas a peso de euros com evidente desvantagem cambial. “Não há nada definido ainda, mas estudamos o que vamos fazer futuramente com os dois modelos para tornar os custos mais competitivos”, diz. Ele admite que, em tese, os furgões também poderiam ser montados na Nordex no Uruguai, que teria capacidade para isso.

FREE2MOVE E CONNECT FLEET



O Grupo PSA ganhou outro aliado para acelerar os negócios no segmento VUL com o lançamento da plataforma Free2Move na Fenatran, criada em 2014 na Europa, inicialmente para aluguel e compartilhamento de carros (car sharing). Aqui a jornada começa com a Connect Fleet, uma das ferramentas da Free2Move para gestão de frotas por telemetria. “Serve para veículos de qualquer marca, mas será um importante instrumento para fidelizar e ganhar novos clientes”, afirma Averame.

O principal argumento de venda é a potencial redução de 5% nos custos de operação dos veículos conectados pela plataforma, por meio de aplicação de estratégias de economia de conbustível e maior controle de gastos. A conexão on-line informa dados de funcionamento do carro, consumo em tempo real, horário e quantidade em litros de abastecimento (o que elimina riscos de fraude), além de agregar funções de segurança como imobilização à distância.

Os serviços do Connect Fleet serão vendidos na rede de concessionárias Pro da Peugeot e Citroën. O módulo de conexão também poderá ser instalado na garagem do frotista. Se for autorizado, as concessionárias também poderão receber dados dos veículos para planejar manutenção de rotina ou mesmo alertar sobre ocorrência de falhas de funcionamento.



Tags: PSA Peugeot Citroën, veículos utilitários leves, VUL, comerciais leves, furgão, van, Free2Move, Connect Fleet, Expert, Jumpy, Boxer, Jumper, Partner, Berlingo, Fenatran 2019, SP Expo.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência