Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
FPT testará motor gás-etanol no Brasil
Rangel e o F1C movido a gás e etanol: alternativa para uso cidade-campo, distribuição e transporte de passageiros (foto: Mário Curcio)

Engenharia | 15/10/2019 | 17h00

FPT testará motor gás-etanol no Brasil

Propulsor F1C equipará comerciais leves; utilização é viável no transporte de carga e passageiros

MÁRIO CURCIO, AB



Em um ano a fabricante de motores FPT dará início a uma série de testes veiculares com propulsores F1C capazes de rodar com gás ou etanol. Com quatro cilindros e capacidade cúbica de 3 litros, ele produz 136 cavalos a 3.500 rpm e tem boa força em baixas rotações. São 35,7 mkgf de torque a apenas 1.240 rpm. Num primeiro momento ele passará por testes e desenvolvimento em laboratório. A informação foi divulgada na Fenatran 2019, que ocorre até 18 de outubro no São Paulo Expo.

“É um motor ideal para comerciais leves. A Iveco o vê como uma boa solução para chacareiros, pequenos distribuidores e também no transporte de passageiros”, afirma o presidente da FPT para a América Latina, Marco Rangel.



Ele se refere à vantagem de utilizar etanol em locais distantes dos grandes centros, onde a rede de abastecimento de gás é deficiente. Rangel recorda que este é um motor que pode facilmente equipar a linha Iveco Daily, que já roda com o F1C movido a diesel.

Outra vantagem: ele poderá atender à nova legislação Euro 6 (ou Proconve P8) utilizando apenas catalisadores passivos e dispensando o aditivo Arla 32. “Na Europa e na Argentina ele já roda utilizando apenas gás”, recorda Rangel.

O executivo acredita que em cinco anos haverá aumento significativo da oferta de gás e de veículos movidos a esse combustível. “Vemos um mix de matrizes energéticas favorecendo o gás, a produção de energia alternativa com interesse na exploração da biomassa. É uma solução mais pé-no-chão, robusta e comprovada se comparada à eletricidade”, diz Rangel, referindo-se ao custo, tamanho das baterias e autonomia dos veículos 100% elétricos.

Além do F1C movido a gás e etanol a FPT mostra na Fenatran o Cursor 13 movido a gás natural, com 12,9 litros de capacidade cúbica, 460 cv a 1.900 rpm e torque de 204 mkgf a 1.100 rpm. “Esse motor já opera com sucesso na Europa. Os cilindros de gás têm um pouco mais que o dobro do comprimento dos tanques de diesel. Ele utiliza gás natural liquefeito, que lá custa 20% a 25% a menos que o diesel”, recorda o executivo da FPT.

Na Fenatran a FPT mostra também o motor-conceito Cursor X, capaz de rodar com eletricidade, gás e hidrogênio.



Tags: FPT, Marco Rangel, F1C, Cursor 13, Iveco Daily.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência