Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Caoa Chery traz seu primeiro carro elétrico
Arrizo 5e tem 322,5 km de autonomia. Acabamento e desempenho agradam

Lançamentos | 01/10/2019 | 20h00

Caoa Chery traz seu primeiro carro elétrico

Arrizo 5e chega por R$ 159,9 mil; prioridade até o fim do ano são taxistas e locadoras

MÁRIO CURCIO, AB

A Caoa Chery iniciou as vendas do Arrizo 5e, primeiro carro elétrico da marca a chegar ao País. O sedã é importado pronto da China, diferentemente de sua versão flex, montada em Jacareí (SP). O preço sugerido é de R$ 159,9 mil. Até o fim do ano a montadora vai apontar sua estratégia para as vendas diretas, sobretudo a taxistas e locadoras. Na virada para 2020 começam as vendas para o consumidor final.

“Vamos trazer 130 carros até o fim deste ano e mais 100 em 2020. Acreditamos em um mercado de duzentas e poucas unidades por ano”, afirma o CEO da Caoa Chery, Márcio Alfonso.



“Queremos trazer outros elétricos como o Tiggo 2e, o EQ1 e o Tiggo 5Xe, mas tudo vai depender da demanda”, ressalta o executivo. Márcio Alfonso afirma que na modalidade de vendas diretas é possível praticar algum desconto. A montadora usará o Banco Alfa como parceiro para uma linha de crédito diferenciada para o Arrizo 5e, com taxas ainda a definir. Recentemente, o Santander anunciou taxa de 0,77% no lançamento do JAC iEV40.


Arrizo 5e mede 4,54 m e tem 2,65 m de entre-eixos, o que garante bom espaço no banco de trás. Volante é do tipo multifuncional e central multimídia tem informações completas sobre o status da bateria e gerenciamento elétrico do carro

O novo Arrizo 5e tem potência de 122,4 cavalos. Segundo a montadora ele acelera de zero a 100 km/h em 10,3 segundos e atinge velocidade máxima de 152 km/h. A autonomia informada pelo programa de etiquetagem veicular do Inmetro é de 322,5 quilômetros em uso misto e com o ar-condicionado ligado.

A Caoa Chery afirma que o tempo necessário para recarga de 80% da bateria leva uma hora em eletropostos, até oito horas num carregador do tipo wall box e longas 20 horas pelo cabo de emergência (que acompanha o veículo) para tomada residencial de 220 volts.

A montadora dá três anos de garantia para o carro e oito para a bateria. O Arrizo 5e tem quase mil itens em comum (exatos 974) com a versão flex, o que em tese o coloca em vantagem no custo de manutenção e disponibilidade de peças de reposição sobre o Nissan Leaf e o Renault Zoe, que não têm similares. O custo total de manutenção informado para o Arrizo 5e até os 60 mil quilômetros é de R$ 2.257. Em seu “irmão” flex esse valor sobe para R$ 3.233.


Entradas para recarga ficam na dianteira. Autonomia, segundo Inmetro, é de 322,5 km com ar-condicionado ligado. Porta-malas tem a mesma capacidade da versão flex do Arrizo: apenas 430 litros

Até o fim do ano haverá apenas um ponto de atendimento para o Arrizo 5e, aberto na cidade de São Paulo. Outros cinco estão programados para o ano que vem nas capitais Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Curitiba (PR), Porto Alegre (RS) e Rio de Janeiro (RJ). A infraestrutura para atendimento exige boxe dedicado a veículos elétricos dentro da oficina, com sinalização apropriada, ferramentas com material isolante, luvas e botas especiais, novo equipamento de diagnose e treinamento certificado.

O DESEMPENHO CONVENCE


Automotive Business avaliou o novo carro elétrico por cerca de 70 quilômetros em percurso urbano e rodoviário. O carro tem três modos de condução, Esportivo, Econômico e Econômico+. Mesmo optando por economia, seu desempenho já é apropriado. A opção esportiva facilita as ultrapassagens e permite que ele supere com facilidade os 120 km/h.

O acabamento do Arrizo 5e é bem cuidado e o funcionamento, silencioso. Mal se ouve um zunido do motor. Na estrada, o ruído mais alto vem dos pneus rolando no asfalto.

Por segurança ele produz barulho artificialmente em baixa velocidade como forma de chamar a atenção dos pedestres, mas esse som pode ser desligado pelo motorista. O Arrizo 5e tem 4,54 metros de comprimento. Seu bom espaço interno é proporcionado pelos 2,65 m de distância entre eixos e também por causa da largura da carroceria (1,81 m).

O espaço interno sacrifica o porta-malas, que comporta apenas 430 litros, a mesma capacidade do Arrizo 5 flex. Como comparação, o compartimento do novo Chevrolet Onix Plus tem 469 l e o do Volkswagen Virtus, 521 l.


Teto solar elétrico e interior de couro fazem parte dos itens de série do sedã elétrico trazido da China. Modelo compartilha quase mil peças com a versão flex montada em Jacareí, no interior de São Paulo

O Arrizo 5e é bem completo, até para fazer jus ao preço de quase R$ 160 mil. Traz de série teto solar com acionamento elétrico, ar-condicionado automático, couro nos bancos e volante, cintos de três pontos para todos os ocupantes, rodas de liga leve de 16 polegadas, controles eletrônicos de tração e estabilidade, auxílio de partida em rampa, freios a disco nas quatro rodas, ajuste de altura para o volante e para o banco do motorista, câmera de ré, sensor traseiro de estacionamento, freio de estacionamento com acionamento elétrico e central multimídia integrada ao sistema de gerenciamento elétrico do carro, entre outros equipamentos comuns a essa categoria.



Tags: Caoa Chery, Arrizo 5e, Márcio Alfonso, Inmetro, eletropostos, Tiggo 2e, Tiggo 5x, EQ1, JAC, iEV40, Nissan, Leaf, Renault, Zoe.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência