Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Venda de pneus muda a chave para o negativo

Balanço | 18/09/2019 | 12h46

Venda de pneus muda a chave para o negativo

Negócios com as montadoras já não compensam queda no mercado de reposição

MÁRIO CURCIO, AB

A venda de pneus no acumulado de janeiro a agosto virou para o negativo ao somar 39,1 milhões de unidades, registrando queda de 0,5% ante iguais meses do ano passado. No acumulado até julho a comparação interanual ainda era positiva. A queda é puxada pelo segmento de reposição. Os números foram divulgados pela Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos (Anip).



- Faça aqui o download dos dados da Anip
- Veja outras estatísticas em AB Inteligência



A entrega às montadoras totalizou 11 milhões de unidades, registrando acréscimo de 4,7% ante iguais meses de 2018. Para o aftermarket foram direcionados 28,1 milhões de pneus, 2,4% a menos que em iguais meses do ano passado.

Este quase empate com os números de 2018 reflete o baixo crescimento da produção de veículos no País como consequência da queda das exportações para a Argentina.

DESEMPENHO DOS SEGMENTOS


A venda de pneus de passeio até agosto somou 21,9 milhões de unidades, registrando queda de 0,8% ante igual período do ano passado. O fornecimento para as montadoras cresceu 5,3%, mas o mercado de reposição, que é duas vezes maior, caiu 3,7%.

Os pneus de carga somaram 4,9 milhões de unidades nestes oito meses, anotando pequena alta de 3,5%. O semento foi puxado por uma forte alta de 33,1% nas vendas às montadoras por causa da recuperação dos segmentos de caminhões e ônibus. O mercado de reposição de pneus de carga também caiu 3,7%.

Nos comerciais leves, a venda total até agosto somou 5,1 milhões de unidades e discreta alta de 0,8%. Neste segmento a reposição cresceu 8%, enquanto as vendas às montadoras recuaram 7,7%.

Para motocicletas, a Anip continua divulgando apenas os dados sobre reposição, apesar de produção brasileira desse segmento ocupar o oitavo lugar em todo o mundo. O aftermarket do setor de motos consumiu 6,5 milhões de unidades e anotou retração de 3,4%.

BALANÇA COMERCIAL MANTÉM SUPERÁVIT


De janeiro a agosto o Brasil exportou US$ 777,4 milhões em pneus e trouxe US$ 636,3 milhões, registrando superávit de US% 141,1 milhões. Esse valor é 84,2% mais alto que o anotado em iguais meses do ano passado. Em volume o Brasil trouxe 6,1 milhões a mais de pneus do que vendeu, mas mantém superávit porque os produtos vendidos ao mercado externo têm maior valor agregado.



Tags: Pneus, reposição, montadoras, caminhões, ônibus, motos, motocicletas, comerciais leves.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência