Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Máquinas recuam 5,8% por falta de crédito

Mercado | 06/09/2019 | 17h27

Máquinas recuam 5,8% por falta de crédito

Anfavea admite necessidade de rever para baixo a projeção anual de 53 mil unidades

REDAÇÃO AB

A venda interna de máquinas agrícolas e rodoviárias em agosto somou 4,2 mil unidades, anotando pequena alta de 6% sobre julho. O acumulado do ano, porém, revela queda de 5,8%, com 27,9 mil unidades repassadas das fábricas para as concessionárias. Os números foram divulgados pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).

A entidade admite a necessidade de revisar para baixo a projeção anual de 53 mil unidades para o mercado interno e alta de 10,9%. Mas os novos números só serão divulgados no início de outubro.



- Faça aqui o download dos dados da Anfavea
- Veja outras estatísticas em AB Inteligência



“É pouco provável que as vendas se recuperem nestes últimos meses”, afirma o vice-presidente da Anfavea, Alfredo Miguel Neto. O executivo recorda que faltaram recursos do Moderfrota em abril, maio e junho antes que essa linha fosse redefinida, em julho. Ele estima que em 2020 já não haverá verba a partir de fevereiro e dúvidas como essas é que trazem a instabilidade ao segmento.

“Os fundamentos do setor estão muito fortes, como o preço da soja, o clima, as exportações. O agricultor só precisa de previsibilidade”, diz Miguel Neto.



A retração nas vendas do setor não foi maior porque as retroescavadeiras (2,1 mil unidades) registraram alta acumulada de 77,1% e a entrega de colheitadeiras (3,2 mil) aumentou 11,5%. Já os tratores de rodas, com volume mais representativo, anotaram 21,7 mil unidades e queda de 12,1%.

EXPORTAÇÃO RECUA 14% EM VALORES


Nestes oito meses de 2019 as exportações de máquinas somaram US$ 1,98 bilhão, revelando queda de 14,2% pela comparação interanual. Em unidades foram 8,7 mil máquinas, apontado discreta alta de 1,1% sobre iguais meses do ano passado.

“Isso ocorre porque o Brasil continua exportando um bom volume de máquinas para os Estados Unidos, compensando a queda do mercado argentino”, recorda o presidente da Anfavea, Luiz Carlos Moraes.



PRODUÇÃO ENCOLHE QUASE 10%


Os números da Anfavea apontam produção de 36,5 mil máquinas agrícolas e rodoviárias, indicando queda de 9,8% ante iguais meses de 2018. A maior queda (19,3%) ocorreu para os tratores de rodas, que tiveram 24,5 mil unidades montadas até agosto.

A maior alta (46,9%) se deu nas retroescavadeiras, com 4,1 mil unidades fabricadas no período. Os tratores de esteiras também tiveram crescimento significativo (15,6%), com 3,1 mil unidades montadas. Entre as colheitadeiras o crescimento foi de 4,6%, com 4,2 mil unidades fabricadas.



Tags: Máquinas agrícolas e rodoviárias, Anfavea, Alfredo Miguel Neto, Luiz Carlos Moraes.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência