Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Futuro da mobilidade passa pela aquisição de dados, diz vice-presidente da Toyota
Miguel Fonseca, vice-presidente da Toyota do Brasil, no ABPLAN 2020: “Temos de nos questionar se temos aptidão para enfrentar os novos desafios. Foto: Rui Hizatugu

Indústria | 23/08/2019 | 18h25

Futuro da mobilidade passa pela aquisição de dados, diz vice-presidente da Toyota

Segundo Miguel Fonseca, as montadoras terão de oferecer soluções baseadas na coleta de informações

WILSON TOUME, PARA AB

O vice-presidente da Toyota do Brasil, Miguel Fonseca, apresentou a visão da fabricante sobre os muitos desafios à frente do futuro do setor durante o Workshop Planejamento Automotivo ABPLAN 2020, realizado segunda-feira, 19, no WTC Events Center, em São Paulo. Fonseca resumiu a principal tendência: a maneira como as fabricantes de automóveis atuam está com os dias contados.

“Não podemos mais achar que competimos apenas entre nós, montadoras, temos de considerar empresas como Facebook, Amazon e Apple”, afirmou Miguel Fonseca.



O motivo é que essas empresas são especialistas em coletar informações das pessoas para oferecer serviços relevantes aos consumidores, baseados na aquisição de dados. Para o executivo, este será o grande desafio no futuro próximo, ainda exista grande discussão envolvendo a ética e a forma como os dados serão coletados.

Fonseca explicou que as mudanças no comportamento dos consumidores também vão impactar as montadoras. “As pessoas estão optando cada vez mais por não terem mais carros, principalmente pelo custo de propriedade, mas também pela praticidade proporcionada pelos serviços de transporte por aplicativo”, observou. “Isso se reflete nas vendas diretas das montadoras, que saltaram de 28% para 46% nos últimos cinco anos e devem chegar a 50% das vendas totais em breve”, disse. “Se analisarmos os resultados, a participação dos serviços de transporte por aplicativo nas vendas é impressionante”, afirmou Fonseca.

ELETRIFICAÇÃO COM BIOCOMBUSTÍVEL



O vice-presidente da Toyota falou ainda sobre a motorização dos automóveis no futuro e fez uma observação importante: a eletrificação será necessária – e ele se refere aos modelos 100% elétricos, híbridos e aos movidos a célula de combustível – , só que é mais importante saber como a eletricidade é produzida, numa clara referência aos países que utilizam usinas térmicas e nucleares para produzir energia. Fonseca aproveitou para lembrar que a montadora vai lançar em breve no País a nova geração do Corolla, que será o primeiro híbrido do mundo a usar biocombustível, graças ao sistema flex. “Acreditamos que essa é a solução ideal para o Brasil, além de ter um grande potencial em nível mundial”, disse.

ABERTURA COMERCIAL E ADAPTAÇÃO AOS NOVOS TEMPOS



A abertura do mercado foi outro tema abordado na apresentação e defendido por Miguel Fonseca, que ressaltou o desafio de conciliar as importações com a modernização da cadeia produtiva nacional, e afirmou: “A Toyota investiu R$ 1,7 bilhão no Brasil porque acredita que deve modernizar a produção de automóveis por aqui e que outras montadoras vão seguir esse caminho. Isso será fundamental para que a cadeia de produção brasileira possa avançar”.

Fonseca concluiu de forma provocadora, afirmando que o modelo atual de negócios da montadora com seus concessionários está com os dias contados. “Se não fizermos parte da nova cadeia de prestação de serviços, nós vamos estar fora do jogo e seremos substituídos por alguém que tenha mais capacidade”, afirmou.

“Temos de nos questionar se temos a aptidão para enfrentar esses novos desafios, se estamos nos preparando para tudo isso. E acredito que, hoje, a resposta é não.”



Mas isso, segundo o executivo, deve ser encarado como uma grande oportunidade para superar os desafios que já estão logo adiante.



Tags: Toyota do Brasil, mobilidade, ponto de vista, ABPLAN 2020, Workshop Planejamento Automotivo 2020.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência